ARTIGO

  • O fim da geração Nem-Nem está na aprendizagem?

    A geração “Nem-Nem” precisa de ajuda. No Brasil, um em cada cinco jovens não estuda e nem trabalha, totalizando 9,6 milhões de pessoas de 15 a 29 anos afastadas dos livros e do mercado de trabalho. Esses números alarmantes fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios e colocam o país em uma posição bastante desconfortável. É ainda mais…

    Leia mais »
  • Não é a Justiça Eleitoral quem impugna candidaturas

    O ato de impugnar um pedido de registro de candidatura significa pugnar contra, oferecer resistência, contestar, opor obstáculo à sua aprovação, com o desiderato de excluir-se da disputa eleitoral o candidato reputado inapto. Ao contrário do que supõe o senso comum, o candidato impugnado não está automaticamente alijado do processo eleitoral. Essa exclusão só pode acontecer mediante o devido processo…

    Leia mais »
  • A esperança do combate ao analfabetismo no Maranhão

    “Não sou esperançoso por pura teimosia, mas por imperativo e histórico. […] Não é, porém, a esperança de cruzar os braços e esperar. Movo-me na esperança, enquanto luto, e se luto com esperança, espero”. Relembrando o ‘esperançar’ de Paulo Freire, recebi os dados do mais recente Censo Demográfico de 2022, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O…

    Leia mais »
  • O que a pandemia nos ensinou que podemos usar no enfrentamento à dengue?

    A maior emergência em saúde da atualidade ainda está na memória de médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e todos que integram equipes de saúde em hospitais e espaços de pronto atendimento. É, também, lembrança corriqueira para muitas pessoas, especialmente aquelas que perderam familiares e amigos próximos para o coronavírus. A palavra pandemia sempre nos transporta a lembranças de dias difíceis.…

    Leia mais »
  • Devastação e a Saúde Mental dos Gaúchos

    Além da tragédia climática anunciada no Rio Grande do Sul, há o prejuízo psicológico que traumatizou milhares de pessoas. Um evento como esse deixará marcas profundas não só na paisagem do estado, mas também na subjetividade e memória dos gaúchos. Se o Rio Grande do Sul não será mais o mesmo, a forma de administrar o estado também não poderá…

    Leia mais »
  • Compromisso com o futuro da educação maranhense

    Desde criança, no centro do nosso lar, somos transformados pela educação que nos é transmitida. E, aqui, me refiro à educação familiar, conceitos que herdamos, valores éticos, princípios, personalidade e autonomia. Ao passo que a vida acontece e a idade avança, no sentido do entendimento de mundo e de cada etapa do amadurecer, caminhamos rumo à vida escolar em comunidade.…

    Leia mais »
  • O Compromisso e a Responsabilidade de Educar!

    No nosso bate papo de hoje, daremos continuidade ao tema anteriormente abordado, que tem como escopo o modelo atual de família, a educação dos filhos, amor e respeito. Hoje, assim como nos comprometemos, iremos falar sobre o papel da escola, do núcleo familiar e do exemplo, pois somos o maior referencial para os nossos descendentes. E sem delongas, a verdade…

    Leia mais »
  • Assembleia Legislativa do Maranhão: Uma fábrica de medalhas e títulos de cidadão para forasteiros

    Nos últimos anos a Assembleia Legislativa do Maranhão tem cometido um grande erro ao homenagear pessoas que sequer, moram no Maranhão ou fizeram o mínimo pelos maranhenses. Parlamentares no intuito de puxar saco de personalidades ou autoridades de outros estados, inventam homenagear esse tipo de gente, fazendo da Alema uma “fábrica” de títulos de cidadão e medalhas para desconhecidos. E…

    Leia mais »
  • Prefeito Dr. Julinho: O líder que não manda mais no próprio grupo

    Na atual cena política de São José de Ribamar, a liderança do prefeito Dr. Julinho foi tomada por disputas internas e sua gestão está à deriva. Em outras palavras, quem deveria mandar, passou a recever órdens. De dono da fazenda, Julinho passou a ocupar a função de mordomo. Segundo fontes, o Prefeito de Ribamar sempre está em segundo plano, e…

    Leia mais »
  • Brandão com B de Bolsonaro: um governador preguiçoso e incompetente

    Eleito em 2022 com a missão de tirar o Maranhão do fundo do poço, o governador Carlos Brandão, já mostrou na prática que o povo não é o principal foco de sua gestão. Logo após a eleição de 2022, como presente de natal Brandão com B de Bolsonaro, mostrou que empresários, familiares e amigos são os principais beneficiados em seu…

    Leia mais »
Botão Voltar ao topo