BABADO DA SEMANA

Caema deixa moradores do Residencial Jomar Moares sem água e ainda aplica Fake News no Procon/MA

Moradores permanecem sem água há quase 30 dias e muitos sem condições de pegar no balde pela dificuldade de locomoção

Após o Portal G7 receber denúncias e publicar matérias sobre a falta de água no Residencial Jomar Moraes, vários setores da imprensa começaram a repercutir o assunto, o que acabou incomodando muito, os que fizeram publicidade na inauguração do complexo de condomínios em 2020.

A Construtora Escudo, empresa responsável pelo empreendimento foi a primeira a emitir nota esclarecendo que desde do dia 19 de novembro de 2020, a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), passou a gerir o abastecimento de água e o saneamento básico. A Caema diz que a bomba queimou, mas não consegue fornecer água nem em carro pipa.

Nesta quinta-feira (02), por meio do direct do Instagram do Portal G7, foi a vez do Procon/MA se posicionar, dando o problema por resolvido. De acordo com o órgão, a Caema garantiu que o sistema de abastecimento de água já havia sido resolvido. O G7 foi ao complexo de condomínios Jomar Moraes checar a informação e constatou que o Procon foi enganado pela Caema. Mais uma Fake News para tentar aliviar a má fama da Caema, que presta um péssimo serviço em São Luís.

A Secretaria das Cidades, pasta responsável pela execução da obra, não respondeu nosso contato, assim coma a Caema, que de acordo com o direito universal de acesso a água, deveria garantir água nas torneiras dos moradores, também não respondeu. Nem carro pipa mandou para tentar solucionar a crise hídrica no Residencial.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo