BABADO DA SEMANA

Em Igarapé do Meio-MA, vereador Professor Gil deixa a oposição e vira garçon do prefeito Almeida Sousa

Segundo o vereador Gilberto Enfermeiro, Professor Gil serve refrigerante e cerveja para Almeida em eventos

O vereador Gilberto Enfermeiro (PSC), maior pedra do sapato do prefeito de Igarapé do Meio, Almeida Sousa (PL), disse em sessão plenária realizada na manhã desta sexta-feira (14), que o seu companheiro de Câmara, o vereador Professor Gil (AVANTE), deixou de fazer oposição para virar garçom do prefeito Almeida Sousa (PL), servindo refrigerante e cerveja para ele em eventos.

“O vereador Gil deixou de ser oposição para virar vereador garçom, servindo refrigerante e cerveja para o prefeito ordinário, que vossa excelência tem defendido. Eu não tenho medo não — ou de galinha ou de galo eu vou falar é desse jeito, que eu não tenho de vossa excelência não. Você é uma vergonha nesse parlamento”, disse Gilberto em parte do seu discurso.

O vereador Professor Gil, hoje fiel aliado de Almeida, foi um dos parlamentares mais perseguidos pelo piauense Almeida Sousa, na legislatura 2016/2020. Ele está em seu terceiro mandato na Câmara Municipal de Igarapé do Meio e foi um dos três parlamentares que tiveram seus mandatos cassados em dezembro de 2018, depois de uma manobra política orquestrada por Almeida, para não perder o comando na Câmara, hoje presidida pelo vereador Zeca do São Benedito(PL).

O G7 foi atrás do caso e apurou que a cassação de Zenilde (PTB), Professor Gil (PSDB) e Odeanna (DEMOCRATAS), vereadores na legislatura 2016/2020, foi uma manobra do deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL), ao ser rejeitado por Carambanja — ex-vereador, ex-vice-prefeito de Igarapé do Meio e marido da ex-vereadora Zenilde, na época então candidata a presidência da Câmara Municipal de Igarapé do Meio.

Josimar recebeu um “não” de Carambaja ao ser questionado se aceitaria sair da oposição e passar a ser aliado de Almeida. Ainda segundo a apuração do G7, o encontro aconteceu em um shopping da capital maranhense, um dia antes da eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal, realizada em 17 de dezembro daquele ano. Mas esta história o G7 vai contar em uma outra matéria.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo