SÉRIE C

Ituano é campeão da Série C de 2021

O Rubro-Negro Paulista venceu a Tombense por 3 a 0 neste sábado (20)

O Ituano é o campeão da Série C do Brasileirão de 2021. Por 3 a 0, o time paulista venceu a Tombense-MG neste sábado, 20 de novembro de 2021, no Estádio Novelli Junior, e garantiu o título e acesso para a Série B do campeonato Brasileiro do ano que vem.

Ituano 

 Diferente da primeira partida, o confronto deste sábado foi completamente eletrizante do começo ao fim. Os anfitriões, no entanto, dominaram a primeira etapa pressionando a defesa dos adversários o tempo todo. A primeira boa chance saiu dos pés de João Victor, que, ao acertar em cheio o goleiro Gérson Magrão, acabou chutando para fora no rebote.

Porém, a boa atuação compensou e, aos 21 minutos, novamente João acertou o fundo das redes dos mineiros para abrir o placar. A resposta do Tombense veio apenas aos 31 minutos com Everton que, de cabeça, mandou longe do gol após cobrança de escanteio. Próximo dos 45, Fernandinho tentou ampliar para os paulistas, mas viu o goleiro defender.

Na segunda etapa da final, mais uma vez o Galo saiu na frente e, com apenas 11 minutos de jogo, Igor Henrique conseguiu fazer o segundo na final para dar a maior vantagem ao Ituano. Cinco minutos depois, os mineiros mostraram reação com Manoel, desarmado pela zaga rival.

Aos 27 mais uma vez o Tombense apareceu bem, com Everton chutando de canhota para fora. Tudo ia bem para os visitantes até que, aos 40, Everton que fazia uma boa partida foi expulso por entrada dura em Iago Telles. Com um a mais, o Ituano aproveitou e fechou em 3 a 0 em belíssimo gol do próprio Iago, dando o título da Série C em 2021 ao time de São Paulo.

Premiação 

Se engana quem pensa que clubes da Série C do Brasileirão não ganham quantias generosas. Em 2021, a CBF decidiu destinar R$ 200 mil para cada uma das vinte equipes que entraram em campo durante a competição.

O valor, de acordo com a própria entidade, é um auxílio por conta da pandemia já que muitos clubes sofreram por realizarem as rodadas sem a presença do público, o que ajuda nas contas de cada um. No entanto, a federação de futebol não divulgou se a equipe campeã ganha uma quantia em dinheiro além do troféu ao fim da temporada.

Quem subiu para a Série B de 2022?

Criciúma, Novorizontino, Tombense e Ituano ganharam o acesso e vão jogar a Série B no ano que vem. As quatro equipes terminaram em primeiro e segundo lugar do quadrangular e por isso conquistaram a vaga na segunda divisão de 2022.

Ituano e Tombense terminaram na liderança dos grupos em questão. O time de São Paulo venceu quatro jogos, empatou um e perdeu outro enquanto os mineiros ganharam três, empataram dois e perderam somente uma partida.

Enquanto isso, Criciúma e Novorizontino conquistaram o acesso depois de terminarem no segundo lugar de seus grupos, o C e o D. O time do Sul contabiliza duas vitórias, três empates e um jogo perdido, enquanto o elenco do interior paulista ganhou três e perdeu também três.

Quem caiu para a Série D?

As equipes da Jacuipense, Santa Cruz, Paraná e Oeste foram rebaixados para a quarta e última divisão do Brasileirão depois de terminarem em 9º e 10º lugar, as últimas posições dos grupos logo na primeira fase.

Depois das 18 rodadas, elas não conseguiram os pontos para seguir na Série C ou até mesmo para avançar para a próxima fase. Com isso, vão disputar a quarta e última divisão para quem sabe tentar a sorte até voltar novamente.

Quais os campeões da Série C?

Vinte e sete equipes já conquistaram o título de campeão da Série C do Brasileirão. Com três títulos, o Vila Nova aparece em primeiro lugar e é o maior vencedor ao levantar a taça nos anos de 1996, 2015 e 2020. Logo em seguida vem Atlético Goianiense com dois títulos em 1990 e 2008 e agora o Ituano, campeão em 2003 e 2021.

Por fim, todas as outras 25 equipes ganharam apenas um título cada. Confira a lista completa de ganhadores na história do futebol brasileiro.

  • Vila Nova – 3 títulos (1996, 2015 e 2020)
  • Ituano – 2 títulos (2003 e 2021)
  • Atlético-GO – 2 títulos (1990 e 2008)
  • Sampaio Corrêa – 1 título (1997)
  • América-MG – 1 título (2009)
  • Boa Esporte – 1 título (2016)
  • Remo – 1 título (2005)
  • ABC – 1 título (2010)
  • Criciúma – 1 título (2006)
  • RB Bragantino – 1 título (2007)
  • Náutico – 1 título (2019)
  • Olaria – 1 título (1981)
  • União São João – 1 título (1988)
  • Tuna Luso – 1 título (1992)
  • Novorizontino – 1 título (1994)
  • XV de Piracicaba – 1 título (1995)
  • Avaí – 1 título (1998)
  • Operário – 1 título (2018)
  • CSA – 1 título (2017)
  • Macaé – 1 título (2014)
  • Santa Cruz – 1 título (2013)
  • Oeste – 1 título (2012)
  • Joinville – 1 título (2011)
  • União Barbarense – 1 título (2004)
  • Brasiliense – 1 título (2002)
  • Paulista Jundiaí – 1 título (2001)
  • Fluminense – 1 título (1999)

Por Beatriz Fab…(Jornal DCI)

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo