ECONOMIA

Simplício Araújo critica Carlos Brandão por não reduzir ICMS

Ex-secretário de Flávio Dino comandava a Secretaria de Indústria e Comércio

Ex-secretário estadual de Indústria e Comércio, e pré-candidato ao governo, Simplício Araújo (Solidariedade) criticou o governador Carlos Brandão (PSB) por não querer reduzir o ICMS dos combustíveis no Maranhão. Para tentar confrontar o presidente Jair Bolsonaro, Brandão, possivelmente com aval de Flávio Dino insiste em não reduzir o ICMS.

Além de ser contra a redução do imposto sobre produtos considerados essenciais, Brandão e outros governadores do Norte e Nordeste entraram com uma ação na Justiça para manter a alta carga tributária pesando no bolso dos maranhenses.

“Lamentável o governo do Maranhão judicializar para não baixar o ICMS de combustível, ao mesmo tempo em que aumenta gastos com a criação de mais secretarias e recebe dados sobre a grave situação de pobreza dos maranhenses após a pandemia”, disparou Simplício pelas redes sociais.

Em sua justificativa, Carlos Brandão afirmou que reduzir o ICMS comprometeria o caixa do estado. No entanto, ao que tudo indica, o governo tem dinheiro sobrando para aumentar a quantidade de cargos comissionados e ainda distribuir dinheiro para brincadeiras em arraiais fantasmas no Maranhão.

Se realmente Carlos Brandão tivesse a postura de um grande gestor, já teria reduzido o ICMS, cortado gastos supérfluos, como o caso de licitações para coffee-break, licitação para decoração de eventos da saúde, dinheirama para propaganda, além das contratações de empresas para marketing na imprensa nacional sem necessidade. Na hora da crise, o bom gestor corta gastos desnecessários. Aqui no Maranhão, Brandão faz é aumentar as contas. Difícil assim, macho!

Com informações do Site Marrapá

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!