BABADO DA SEMANA

Várias pessoas foram contaminadas no “Coronafest” realizado em Rondônia

Várias de pessoas testam positivo para Covid-19 após participar do evento "Pandêmico"

O governo de Rondônia anunciou que “várias” pessoas que participaram de uma festa que ficou conhecida como “Coronafest“, em Rondônia, tiveram diagnóstico confirmado para o novo coronavírus. O comunicado foi feito pelo governador de Rondônia, Marcos Rocha (PSL), em uma rede social, e pelo secretário de Saúde do estado, Fernando Máximo. O governo vai investigar o caso.

A festa, que ficou conhecida como “Coronafest”, foi realizada em Porto Velho no dia 4 de abril. Desde o dia 20 de março, Rondônia está em estado de calamidade pública e eventos com mais de cinco pessoas estão proibidos.

Segundo o secretário de Saúde, vários casos de Covid-19 foram diagnosticados na segunda-feira. Após uma investigação dos casos, Máximo afirmou que as autoridades sanitárias identificaram que parte desses casos era composta por pessoas que haviam participado da chamada “Coronafest”.

– Estou muito decepcionado. Pra não dizer revoltado. Hoje, identificamos vários casos positivos de coronavírus. Foi feita uma investigação e descobriu-se que essas pessoas estavam numa festa no dia 4 de abril. Não estavam trabalhando, querendo levar o pão para casa. Na verdade, estavam se divertindo e colocando a vida delas em risco e a sua vida, de quem está aí guardando a quarentena – afirmou o secretário.

Em sua página no Facebook, o governador Marcos Rocha, classificou a festa de “irresponsável”.

“Várias pessoas que participaram desta festa irresponsável já são casos confirmados de contaminação”, diz trecho de uma postagem feita por Rocha.

Máximo afirmou que o governo de Rondônia vai encaminhar  o caso para que a polícia investigue.

– Estamos encaminhando para investigação policial e possível responsabilização criminal de cada uma dessas pessoas que estiveram nessa festa – afirmou o secretário.

De acordo com o último boletim epidemiológico sobre o novo coronavírus divulgado pelo Ministério da Saúde, Rondônia tem 42 casos confirmados da doença e dois mortos.

No Brasil, os casos confirmados são 23430, com 1328 mortes.

Por Leandro Prazeres (O GLOBO)

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo