NOTÍCIAS

Munição de Ricardo Cappelli comprada pra “Destruir” Josimar, feriu Duarte Jr

O secretário de Comunicação de Flávio Dino é primo do jornalista Paulo Cappelli, autor da matéria sobre Josimar Maranhãozinho

Pau mandado de Márcio Jerry, segundo se comenta nos bastidores da imprensa maranhense, o carioca abandonado por Jandira Feghalli e apadrinhado por Flávio Dino, Ricardo Cappelli, comprou munição para “destruir” o deputado federal Josimar de Maranhãozinho, mas acabou ferindo um afilhado do chefe, deputado Duarte Jr.

Sem perceber o estrago que faria dentro do próprio grupo político de Flávio Dino, já que muitos comuno-socialistas estiveram ligados a Josimar nas eleições 2020, inclusive Duarte Jr e o vice-governador Carlos Brandão, Ricardo Cappelli teria sido acionado por Márcio Jerry para atacar Josimar, que havia rompido com Flávio Dino e se lançado pré-candidato ao Governo do Maranhão. O escolhido para colocar fogo no pavio da bomba, teria sido o primo do secretário de Comunicação do Palácio dos Leões, jornalista Paulo Cappelli, que é colunista da Revista Crusoé.

Após entrar no ar a matéria na Revista Crusoé, Ricardo Cappelli teria acionado os soldados do Palácios dos Leões para repercutirem a reportagem bombástica, assinada pelo primo, jornalista Paulo Cappelli. O que ninguém percebeu, é que nos documentos adquiridos pela Polícia Federal, o deputado Duarte Jr aparece sendo citado nas gravações. Mais uma vez, o tiro não saiu pela culatra, definitivamente acertou a testa de Duarte Jr, que era candidato a prefeito de São Luís, quando Josimar foi gravado pela Polícia Federal.

A reportagem da Crusoé, que segundo fontes, teria sido construída nos porões do Palácio dos Leões, acusa o deputado federal Josimar de Maranhãozinho de desviar recursos públicos oriundos de emendas parlamentares. Em um dos trechos da matéria, o primo Cappelli mostra, fundamentado em escutas e vídeos vazados de gabinetes do Ministério Público Federal, que a campanha de Duarte Junior a prefeito de São Luís em 2020 teria sido abastecida com dinheiro ilícito. Sem querer, querendo, Paulo Cappelli pode ter colocado o afilhado de Flávio Dino e sócio do Procon, em um rabo de foguete muito perigoso.

O certo mesmo, é que postagens possivelmente produzidas nos porões do Palácio dos Leões escondem que Josimar fora aliado de primeira hora de Flávio Dino até poucos dias atrás, com direito a acordos, secretarias e indicações políticas. Os velhos amigos, se tornaram inimigos e estão lavando roupa suja fora da Praça D Pedro II.

Enquanto isso, Duarte Jr, ferido pela munição de Ricardo Cappelli, continua em silêncio sobre o assunto. Até agora não deu um pio sequer!

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!