POLÍCIA

Polícia Civil prende homem que mandou matar jovem em São Luís-MA

O crime de encomenda aconteceu na avenida Litorânea na capital do Maranhão

A Polícia Civil do Maranhão através da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), cumpriu na última quinta-feira (17), dois mandados de prisão temporária e seis de busca e apreensão.  A ação  faz parte da “Operação Guilhotina” deflagrada para investigar crimes praticados por criminosos envolvidos com máquinas caça niqueis e lavagem de dinheiro.

A investigação foi iniciada depois do assassinato de Bruno Vinicius Nazon Moraes, de 31 anos, executado a tiros no dia 12 de fevereiro deste ano em um bar na Avenida Litorânea, orla marítima da capital maranhense.  De acordo com as investigações, os dois homens presos no bairro Turu, seriam os mandantes do crime.

Bruno teria sido executado por dois ex-policiais militares do Rio de Janeiro, que seriam ligados à milícia. O crime teria sido motivado pela disputa da exploração de jogos clandestinos em São Luís-MA. Bruno seria integrante de uma organização de Goiânia-GO e que disputa o controle de máquinas caça niqueis em São Luís com a organização do Rio de Janeiro.

Os policiais cumpriram mandados de busca e apreensão nos bairros Turu, Calhau, Olho D’Água e Liberdade. Nos endereços dos envolvidos, os polícias apreenderam documentos e dinheiro da contravenção. As investigações continuam com o objetivo de identificar outros envolvidos com a quadrilha.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!