POLÍTICA

“Cada um que responda pelos seus atos”, diz Bolsonaro sobre Temer

Jair Bolsonaro conhece muito bem como funciona a vida na política quando alguém comete crime

O presidente Jair Bolsonaro comentou, ao desembarcar em Santiago, no Chile, nesta quinta (21), a prisão do ex-presidente Michel Temer. “Cada um responde por seus atos. Lamentamos, mas cada um faz por merecer”.

Temer foi preso esta manhã em São Paulo pela força-tarefa da Lava Jato a mando do juiz Marcelo Bretas, e transferido para a Polícia Federal do Rio, na região portuária. Os agentes federais também prenderam o ex-ministro Moreira Franco e o coronel João Baptista Lima Filho, ambos amigos de longa data de Temer.

“O que levou a isso é a velha história do Executivo muito afinado com o Legislativo” disse Bolsonaro, que se elegeu com um discurso de “nova política”.

“Pelo que parece são acordos políticos dizendo-se em nome da governabilidade. Governabilidade a gente não faz com esse tipo de acordo, no meu entender. Faz indicando pessoas sérias e competentes para integrar o governo. Assim fiz no meu governo. Sem acordos políticos, respeitando a Câmara e o Senado”, completou o presidente.

A prisão de Temer teve como base a delação do empresário José Antunes Sobrinho, dono da construtora Engevix. O delator disse à Polícia Federal que pagou R$ 1 milhão em propina a pedido do coronel João Baptista Lima Filho, de Moreira Franco e com o conhecimento do ex-presidente da República. A Engevix fechou um contrato em um projeto de construção da usina nuclear de Angra 3, que ainda não foi concluída.

Por Congresso em Foco

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close