NOTÍCIAS

Encontro de Tática do PT teve agressões verbais, xingamentos e muita baixaria

Presidente da MOB perdeu as estribeiras durante encontro do PT e partiu pra cima de uma professora

No Encontro de Tática realizado pelo Partido dos Trabalhadores no Maranhão teve de tudo e por pouco não rolou até facão. Teve agressões verbais, xingamentos, gritaria e muita baixaria por parte de petistas aliados de Flávio Dino e Carlos Brandão.

O presidente da MOB e vice-prefeito de Balsas, Celso Henrique Borgneth, perdeu as estribeiras durante o encontro de tática do PT/MA realizado neste final de semana em São Luís para avalizar a vontade do ex-governador Flávio Dino (PSB) e mostrou que não respeita opiniões contrárias, sejam elas vindas de mulheres ou não.

Celso que ao invés de explicar os motivos pelo qual destruiu os ferry boats da Servi Porto com aval de Flávio Dino, por pouco não agrediu fisicamente uma professora militante do PT. Agressões verbais e muita arrogância não faltaram.

Em vídeo divulgado pelo site Marrapá no Instagram, Celso grita, estrebucha e aponta o dedo na direção de correligionários de outras correntes petistas, que não concordam com a invasão de Flávio Dino dentro do PT. Para tentar manter o cargo no governo Brandão, Celso fez um teatrinho no palco comunosocialista.

Sobrou até para a professora Mary Ferreira, militante histórica do Partido dos Trabalhadores no Maranhão. Por sorte, Nonato Chocolate, Francisco Gonçalves e Francimar Melo apartaram a confusão. Parecia que o presidente da MOB queria agredir a professora fisicamente. O homem estava muito afoito.

Se fosse com um professor, Celso teria protagonizado essa cena ridícula? Onde estão os defensores de mulheres dentro e fora do PT? Será que a presidente nacional do PT irá se manifestar sobre o assunto ou vai ficar calada?.

Nas imagens, o genro do conselheiro do Tribunal de Contas do Maranhão (TCE), Washington Oliveira, nem parecia o mesmo que, durante a semana, prestou contas na Assembleia Legislativa sobre o colapso no serviço de ferry boat na travessia Ponta da Espera/Cujupe/Ponta da Espera. Na frente dos deputados, Celso estava pianinho, parecia até sonolento.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!