PERSONALIDADE

Francisco Chaguinhas volta a criticar “ideologia de gênero” durante discurso na Câmara

Parlamentar também destacou a reunião com representantes do INSS em prol dos servidores exonerados da Casa

O vereador Francisco Chaguinhas (Podemos) voltou a criticar, no pequeno expediente da sessão plenária desta segunda-feira (22), questões relacionadas à “ideologia de gênero” em setores da sociedade. Na opinião do parlamentar, esse tema levantado por segmentos da esquerda no Brasil e no Mundo é uma forma de controle social.

“Os globalistas nos veem, seres humanos como insetos, que eles podem ser destruídos a hora que quiserem para deixar o planeta maravilhoso para eles. Tudo que existe dessas ideologias, se resume em uma coisa só: controle social da população”, declarou.

Cultura pela metade

Em seu pronunciamento, Chaguinhas cobrou ainda uma área de leitura na Câmara com publicações voltadas à direita e ao conservadorismo. De acordo com o vereador, a proposta visa balancear o jogo para defender a hora, a decência, a honradez, o cristianismo e, acima de tudo, o bem-estar social do nosso povo.

“Vejo que hoje nós temos uma ciência e cultura pela metade e precisamos ter uma área de leitura com biblioteca nesta Casa, com literatura de direita conservadora, pois de esquerda está inundada de norte a sul deste País. Aí, sim, vamos começar a balancear o jogo para defender a decência, honradez, cristianismo e, acima de tudo, o bem-estar social do nosso povo”, concluiu.

Reunião no INSS

Chaguinhas abriu seu discurso falando sobre a reunião com o gerente executivo do INSS em São Luís, Luís Carlos Silva; e com o procurador da Advocacia Geral da União (AGU), Ibraim Djalma Melo Costa, na última sexta-feira (19), para tratar sobre mecanismos de viabilidade para firmar Acordo de Cooperação Técnica entre o órgão previdenciário e o Legislativo da capital.

Segundo o vereador, o acordo visa analisar a situação dos funcionários que serviram à Câmara, ao longo dos anos, mas foram exonerados por determinação judicial, no mês de junho.

O parlamentar destacou também que a ideia abrange a criação de um polo avançado de atendimento aos servidores na própria casa legislativa, proposta também solicitada pelo vereador Paulo Victor (PCdoB).

Por Isaías Rocha

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo