TRANSPORTE

Passagem para a Baixada via ferryboat vai estar mais cara

A MOB está pressionando os donos de vans para aumentar as passagens a partir desta segunda-feira (8)

A Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB), está pressionando os proprietários de vans e ônibus que trafegam de São Luís para a Baixada e Litoral Maranhense via ferry boat para aumentar a passagem a partir desta segunda-feira, dia 08 de abril. Os donos de vans e microônibus do transporte alternativo que fazem linha para a Baixada via ferry boat não ficaram satisfeitos com o aumento, mas a MOB ameaça punir os carros que não aumentar o valor da passagem. Para Bequimão o valor vai passar de R$40,00 para R$45,00, aumentando R$5,00. Se o passageiro for até o Ramal de Bequimão, vai ter que desembolsar R$43,00. O G7 teve acesso a tabela com os novos preços determinados pela MOB.

O Portal G7 conversou com um proprietário de van que não quis se identificar com medo de retaliação da MOB,  e ele disse que se já estava complicado conseguir passageiros com o valor antigo, imagina a partir desse aumento absurdo proposto pela MOB. “Meu medo a partir de agora é fazer a linha e não ter passageiros para cobrir as despesas. Quem tem um carro ou uma moto vai viajar e deixar o veículo no Cujupe e pagar apenas a passagem do ferryboat. Nossa situação fica cada vez mais complicada. Se não aumentar a passagem, pode até ser excluído na linha”, destacou o dono de transporte.

O governador Flávio Dino deu muito poder para a MOB, que de cabide de emprego, agora se tornou um órgão inimigo dos consumidores. Já aumentou a taxa no valor da conta de água da Companhia Ambiental do Maranhão (CEMA) e agora obriga na base da livre e espontânea pressão, os donos de van que trabalham da Baixada para São Luís/Baixada aumentar a passagem em mais de 10% de acordo com o município. Com a palavra, o presidente da MOB, Lawrence Melo. O valor da passagem do ferry boat vai permanecer o mesmo, R$12,00.

Segundo motoristas de vans, a pressão de algumas empresas de ônibus para abocanhar a linha de São Luís para a Baixada e Litoral Maranhense, tem preocupado os proprietários de vans que já trabalham há décadas nesse percurso. A jogada é retirar as vans para dar espaço para empresários gigantes e de alguma forma os trabalhadores que fazem parte da Cooperativa estão sendo pressionados e ameaçados.

ARTIGOS RELACIONADOS

UM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close