NOTÍCIAS

Pesquisa Exata mostra liderança absoluta de Weverton em todos os cenários

Se as eleições para Governo do Estado fossem hoje, Weverton seria eleito com facilidade

O pré-candidato a governador do Maranhão, Weverton Rocha (PDT), mais uma vez está liderando as pesquisas para as eleições de 2022. Segundo o Instituto Exata, em um cenário com todos os nomes que pretendem disputar o Governo do Estado, o senador tem 24% das intenções de voto, de acordo com pesquisa realizada entre os dias 09 e 13 de fevereiro.

O vice-governador Carlos Brandão (PSDB) aponta 17%, seguido do senador Roberto Rocha (sem partido), com 13%. O ex-prefeito de São Luís Edivaldo Holanda Júnior (PSD) e o prefeito de São Pedro dos Crentes, Lahésio Bonfim (PTB) estão tecnicamente empatados com 10% e 9%, respectivamente.

Os deputados federais Josimar de Maranhãozinho (PL) aparece com 6% e Simplício Araújo (Solidariedade) com 1%. Enilton Rodrigues (PSOL) tem 0%. Brancos e nulos somam 8% e 12% não sabem ou não responderam.

Outros cenários

Em um segundo cenário com Weverton Rocha, Carlos Brandão e Edivaldo Holanda Junior, o senador aponta 35% das preferências de votos; Carlos Brandão tem 24%; e Edivaldo Holanda Júnior, 15%. Não sabem ou não responderam 14% e 12% disseram que anulariam o voto ou votariam em branco.

Em uma simulação entre Weverton, Brandão e Lahésio, Weverton teria 39%; Brandão, 25%; e Lahésio teria 10%. Os que votariam branco ou nulo seriam 12% e 14% não sabem ou não responderam.

Com Weverton, Roberto Rocha, e Lahésio, Weverton teria 34% das intenções de voto; Carlos Brandão teria 24%; e Roberto Rocha, 14%. O percentual de nulos, brancos ou indecisos permaneceria o mesmo dos cenários com Lahésio ou com Edivaldo como terceiro nome.

Segundo turno

Em um segundo turno entre Weverton Rocha e Carlos Brandão, o senador Weverton venceria com folga com 43% dos votos, enquanto o vice-governador Brandão teria 28%.

A pesquisa Exata foi realizada por encomenda do jornal O Imparcial. 1.413 pessoas foram ouvidas em todo o estado, com uma margem de erro de 3,32 para mais ou para menos e confiabilidade de 95%, e registro no TSE 02686/22.

Por Rogério Silva

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!