SAÚDE

Prefeito Eduardo Braide entrega novas ambulâncias para o Samu

Com isso, a frota própria do Samu passa para 12 unidades móveis operantes

O prefeito Eduardo Braide entregou, nesta quarta-feira (3), duas novas ambulâncias para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) de São Luís. Com isso, a frota própria do Samu passa para 12 unidades móveis operantes, sendo 10 básicas e duas de suporte avançado. Os novos veículos entregues são totalmente equipados e vão facilitar a locomoção de pacientes na capital, além de reforçar o atendimento em saúde, neste momento de combate à pandemia da Covid-19.

Durante a entrega na sede do Samu, no bairro Filipinho, o prefeito destacou a importância desse reforço no serviço de transporte de urgência e emergência.

“Com as duas ambulâncias estamos reforçando o serviço que o Samu já presta, não apenas à população de São Luís, mas também a toda Grande Ilha, sobretudo neste cenário de união no combate à Covid-19. O Samu poderá prestar um serviço com mais qualidade e eficiência e a população de São Luís terá um atendimento mais ágil com mais veículos à sua disposição”, disse.

As duas novas ambulâncias foram destinadas pelo Ministério da Saúde e são unidades de suporte básico, que, além de material de consumo, como medicamentos, conta com rede de oxigênio, prancha longa de madeira para imobilização da coluna, colares cervicais, cilindro de O², talas de imobilização de fraturas e ressuscitador manual adulto e infantil.

Segundo o secretário Municipal de Saúde, Joel Nunes, as ambulâncias podem ser adaptadas para unidade de suporte avançado. “O que diferencia os dois tipos de ambulâncias são os materiais que nós colocamos nelas para a prestação do atendimento à população. Então, havendo necessidade podemos fazer, sim, esta adaptação para melhorar o serviço de assistência em saúde que é realizado pelo Samu. E independente disso, as duas novas ambulâncias já representam um ganho importante para a população”, explicou.

Atualmente, o Samu de São Luís faz, em média, cerca de 4 mil atendimentos por mês, dos quais em torno de 500 são pacientes com Covid-19. Neste caso, para garantir a segurança da equipe e evitar a transmissão do vírus durante o atendimento, os profissionais usam equipamentos de proteção individual específicos, além de terem recebido treinamento para prestar a assistência adequada.

Além das 12 ambulâncias que agora estarão em operação, o Samu de São Luís tem mais duas ambulâncias de reserva técnica, sendo colocadas em circulação quando algum dos veículos precisar passar por manutenção, garantindo que o atendimento não seja comprometido.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo