NOTÍCIAS

Roberto Rocha quer para Flávio Dino intervir na justiça do MA

O Senador Roberto Rocha parece que bebeu cachaça com mijo de vaca nos últimos dias

O senador Roberto Rocha (PSDB), que se despediu da política maranhense em 2018 com uma derrota humilhante nas urnas, agora vive usado suas redes sociais para criticar e muitas vezes agredir o governador Flávio Dino. Nesta quarta-feira (17), Roberto Rocha, tentou colocar a culpa no julgamento dos acusados de matar seu ex-assessor, morto em 2014, durante comemorações da vitória de Dino e Rocha, que a época bebia água a mesma caneca de Flávio Dino. Bastou ser eleito começou a encontrar defeitos no governador do Maranhão. Especialista em puxação de saco, agora do presidente Jair Bolsonaro, o filho de Luís Rocha que sonha ser governador, encontrou em seu fracasso uma forma de alimentar o ego agredindo seu maior padrinho político do Maranhão. Ruim de voto, os eleitores preferem tomar chá de boldo com pão, que votar em Roberto Rocha, ele se sente abandonado pelos demais políticos. A prova disso é a derrota em 2018, sendo o quarto colocado com uma votação humilhante.

Em sua página no Facebook, Roberto Rocha disparou uma pérola, mostrando que se tivesse no poder como governador, já teria mandado a justiça condenar os acusados. “Governador Flávio Dino, já se vão seis anos e nada de justiça no caso do Brunno Matos. Será que você não tem vergonha na cara? Brunno era um jovem cheio de vida, que foi assassinado covardemente. Ele ajudou na sua eleição em 2014. Vou cobrar você no Senado um resultado sobre esse caso. Aguarde!”, disparou Roberto Rocha.

Lendo a mensagem de Roberto Rocha, até acreditamos que o senador quer justiça para a morte de Bruno Matos. Só que Roberto Rocha já está como senador há quase 6 anos e nunca fez um projeto de lei baseado nesse tipo de crime. Difícil acreditar em oportunistas, já que o ego é maior que seu CAPITAL eleitoral.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!