SAMPAIO CORRÊA

Sampaio vence Bahia e está com uma mão na taça

No primeiro jogo da final da Copa do Nordeste o Sampaio saiu na frente do Bahia

Um jogo suado, intenso e de muita garra. Os primeiros 90 minutos da decisão da Copa do Nordeste tiveram todos os ingredientes de uma grande final de campeonato, e o Sampaio fez o dever de casa. Diante de um Bahia empolgado o Sampaio venceu a primeira batalha.

O gol da vitória foi marcado pelo atacante Uilliam, logo aos dois minutos do primeiro tempo após cobrança de esquinado, e a Bolívia Querida conseguiu sustentar o resultado até o fim, levando a vantagem do empate para a batalha final em Salvador, no próximo sábado, no estádio Arena Fonte Nova.

Em uma decisão de campeonato, é sugestivo que se entre extremamente ligado no jogo, e o Sampaio mostrou logo de cara as suas intenções. João Paulo cobrou o escanteio e Uillian subiu no meio da defesa do Bahia para abrir o placar. Explosão no Castelão, que teve apenas pouco mais de 13 mil pagantes.

Sentindo o golpe inicial, o adversário baiano tentava juntar os cacos e se articular em campo, sem conseguir penetrar na defesa boliviana, bem postada, afastando todas as tentativas de ataque.

Mas se trata de um oponente perigoso, e não é recomendável nem piscar os olhos. Em uma jogada perigosa, quase chega ao empate, mas Andrey salvou de forma espetacular. A bola ainda ficou viva dentro da área, até a retaguarda do Tricolor maranhense afastar.

O confronto seguiu pegado, disputado, mas sem nenhuma outra modificação no marcador. O Sampaio foi para o vestiário em vantagem.

Os 45 minutos finais foram disputados em um ritmo igualmente intenso ao primeiro tempo, com o Bahia adiantando as suas linhas para tentar igualar o placar. A equipe boliviana seguia bloqueando as ofensivas com eficiência.

O contra-ataque começou a aparecer, e Diego Silva encontrou Uilliam entrando em diagonal, o toque sútil tirou o goleiro, mas a bola saiu beliscando a trave. Foi por pouco.

O Bahia tentou o ataque aéreo. Cobrança de falta na lateral da área, e Andrey se agigantou para salvar mais uma vez.

Os minutos finais foram de adrenalina estourada. O Bahia se lançou todo ao campo ofensivo, e tentou do jeito que pôde. A torcida Tricolor prendeu a respiração até o apito final. Agora a batalha final é na Fonte Nova, que deve derramar com mais de 40 mil torcedores na grande final.

Site Sampaio

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo