SENADO FEDERAL

1°de maio é um dia de comemoração e luta, diz Weverton

O senador pelo Maranhão sempre foi um defensor do trabalhador na Câmara Federal

O senador Weverton (PDT-MA) afirmou, nesta terça-feira (30), que o 1°de maio é um dia importante para os trabalhadores brasileiros refletirem sobre suas conquistas, mas também sobre o quanto precisam avançar para que seus direitos sejam respeitados.
“É um misto de comemoração e de luta. De comemoração, por todos os direitos adquiridos, e de luta pela manutenção dessas conquistas que nós sabemos o tanto que são importantes para as nossas famílias”, afirmou o senador.
Para o parlamentar, os trabalhadores do país nunca passaram por um momento tão difícil. “A reforma trabalhista (Lei 13.467, de 2017) estava errada e não resolveu o problema do desemprego no país”, afirmou o senador. Weveton lembrou que as mudanças trabalhistas resultaram apenas na criação do trabalho intermitente e a figura do trabalhador autônomo que presta serviços de forma contínua e para uma única empresa sem que isso seja caracterizado como vínculo empregatício.
“E ainda tem a reforma da Previdência com um texto absurdo. Todos os projetos contra o trabalhador e sempre convidando o mais pobre para pagar a conta. Poderíamos estar comemorando, mas, infelizmente, não estamos”, ressaltou.
 Weverton reiterou sua posição na defesa dos direitos do trabalhador e afirmou que sempre irá priorizar pautas que evitem a retirada de direitos.
“Como senador, estou atento no Congresso Nacional para lutar pela manutenção dessas conquistas. Não vou admitir que a crise profunda pela qual o Brasil passa seja jogada apenas para a conta do trabalhador, para o mais fraco.
A você, eu desejo, Feliz dia do Trabalhador e vamos continuar atentos lutando sempre na defesa de vocês”, declarou.
Dia do Trabalhador
O Dia do Trabalhador, comemorado em 1° de maio, é celebrado no Brasil desde 1925. A data marca importantes conquistas internacionais dos trabalhadores ao longo da história.
O quinto mês do ano se tornou referência para homenagem aos trabalhadores após a Revolta de Haymarket, em Chicago (EUA) no ano de 1886. Naquela época, operários entraram em greve pela redução da jornada de trabalho para oito horas diárias.

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close