MARANHÃO

Aluísio Mendes alerta Lahésio Bonfim: Quem não estiver satisfeito com a decisão do PSC, melhor procurar outra sigla

A aviso foi dado pelo presidente do PSC, após o ex-prefeito de São Pedro dos Crentes, Lahésio Bonfim declarar apoio a Pastor Bel

O deputado federal Aluísio Mendes, presidente estadual do Partido Socialista Cristão (PSC), foi curto e objetivo ao mandar um recado direto para o pré-candidato a governo, Lahésio Bonfim (PSC). Aluísio não fez arrodeio e foi claro com o ex-prefeito de São Pedro dos Crentes-MA.

Em um vídeo compartilhado pelas redes sociais, o ex-prefeito de São Pedro dos Crentes, Lahésio Bonfim, afirmou que apoiaria o Pastor Bel (Agir 36) para o Senado Federal, desrespeitando o acordo de seu partido que já havia se comprometido em apoiar a reeleição do senador Roberto Rocha (PTB). Como todo pipa voada, Láhesio, se der mole, nem candidato será. É bom ficar de olhos abertos e boca fechada, porque pode ficar sem legenda para as eleições.

Já na manhã desta quarta-feira, 13, Aluísio Mendes reforçou o apoio do PSC à candidatura de Roberto Rocha durante o encontro que contou também com a presença do deputado federal Edilázio Júnior (PSD) e disse que quem não estiver satisfeito com a decisão do PSC, pode começar a procurar outro partido.

“Como presidente do do PSC Estadual, não só em nome da minha pessoa, mas de todos os filiados do PSC, reafirmo apoio integral à pré-candidatura à reeleição do nosso senador Roberto Rocha, que é, sem dúvida nenhuma, a melhor opção para o nosso Maranhão. E aqueles que não se sentirem confortáveis com a decisão da executiva estadual, estão liberados para procurarem outro partido”, sentenciou Aluísio Mendes.

Acostumado a mandar e desmandar, Lahésio ainda não entendeu que a disputa é estadual, que seu partido tem dono e que se não fechar a boca, poderá ficar sem legenda para disputar o Palácio dos Leões. O jogo é bruto e Bonfim, poderá não ter um Bom Fim.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!