TRÂNSITO

Após protesto, DNIT se manifesta e promete recuperar BR-222

A estrada de responsabilidade do governo federal está em estado precário

Só após o protesto realizado na última sexta-feira (19), o Departamento Nacional de Trânsito — DNIT, resolveu se manifestar sobre as condições precárias da BR 222, entre os municípios de Vitória do Mearim e Igarapé do Meio. Em audiência intermediada pela Polícia Rodoviária Federal — PRF, nesta terça-feira (23), na sede regional do órgão, na cidade de Santa Inês, o DNIT deu resposta positiva para os representantes do povoado São Vicente, na zona rural de Igarapé do Meio, região onde a rodovia está mais crítica.

“A PRF fez a intermediação, pegou os atores e trouxe até a nossa sede, para que o DNIT fizesse a explicação de suas obras na BR. Na audiência foi feita a explanação sobre o plano emergencial de recuperação da rodovia, em curto e longo prazo. As comunidades ouviram e também tiveram a oportunidade de passarem suas demandas ao DNIT”, frisou o Inspetor Wanderson Tibúrcio.

“Eles nos prometeram que os trechos que estão em situação mais crítica, vão ficar tragáveis, através do plano emergencial de recuperação da via. Nesta quarta-feira (24), o engenheiro chefe do DNIT, acompanhado de representantes das empresas responsáveis pela recuperação da BR, vai está com a gente em alguns trechos que estão intrafegáveis. Saímos da audiência com a confiança que a melhoria da BR vai acontecer”, destacou o professor e líder comunitário, José Dusreis.

O PROTESTO

Na última sexta-feira (19), um grupo de condutores de vans, apoiado pela população do povoado, interditou os dois sentidos da BR-222, no km 320, próximo ao povoado São Vicente, na zona rural de Igarapé do Meio-MA.

A péssima condição asfáltica da rodovia foi a razão do protesto. No bloqueio total, que durou até às 11h, foram utilizados pneus em chamas e outros materiais inflamáveis. Uma equipe PRF de Santa Inês se deslocou para o local do protesto.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo