BABADO DA SEMANA

As condições de Bivar para aceitar Bolsonaro de volta ao PSL

Bolsonaro não conseguiu criar o próprio partido e se preocupa em ficar tentando sem sucesso

O deputado federal Luciano Bivar mandou um recado para o presidente Jair Bolsonaro, via intermediário, que o presidente pode voltar ao PSL, mas para isso terá que desistir formalmente da criação do Aliança pelo Brasil, partido que não consegue ser criado por falta de assinaturas, mesmo os bolsonaristas fazendo campanhas na rede social e pastores pedido aos fieis para assinar a ata criação.

ENTENDA O CASO

Em outubro de 2019 Bolsonaro e Luciano Bivar brigaram por conta da divisão fundo partidário do PSL, partido pelo qual Bolsonaro foi eleito e presidido pelo deputado Bivar. Na Briga Bolsonaro resolveu deixar a legenda e criar um partido com o nome de Aliança pelo Brasil, mas após quase um ano, o partido bolsonarista não saiu do papel. Nesse tempo todo Bolsonaro está sem partido, os filhos Flávio e Carlos migraram para o Republicanos e Eduardo Bolsonaro permaneceu no PSL-SP.

Nessa briga entre Bolsonaro X Luciano Bivar houve uma divisão dentro do PSL, onde alguns deputados apoiaram Bolsonaro e outros ficaram com Bivar. Para retaliar Bivar, Bolsonaro editou uma Medida Provisória para extinguir o DPVAT. O presidente do PSL é sócio da Excelsior, uma seguradora que está credenciada para operar na cobertura do DPVAT. A empresa é dona de cerca de 2% da Seguradora Líder, que atua com exclusividade nos seguros de acidentes de trânsito em todo Brasil.

A medida de Bolsonaro atingiu o Sistema Único de Saúde (SUS) e programas públicos para educação e prevenção na área. Isso porque a União recebe metade do arrecadado com o seguro, como determina a legislação. Entre 2008 e 2018, foram repassados R$ 33,4 bilhões ao SUS e R$ 3,7 bilhões ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).Mesmo assim, o ódio de Bolsonaro por Bivar era tão grande, que o povo pouco importa para o Presidente da República.

NAMORO POR RECADINHOS

Sem sucesso na criação do Aliança pelo Brasil, já tendo o TRE e TSE de orelhas em pé com as assinaturas, já que segundo denúncias, na primeira remessa, haviam assinaturas até de defuntos, Bolsonaro vai ter que pedir benção ao deputado Bivar para não ficar sem legenda em 2022. A tentativa de Bolsonaro voltar ao PSL é justamente por causa do Fundo Partidário, que o partido de Bivar tem uma fatia enorme e isso seria fundamental para uma tentativa de reeleição. Mas por outro lado, Bolsonaro vai ter que andar com o rabo entre as pernas, para não correr o risco de ficar sem legenda aos 45 minutos do segundo tempo. Que Bolsonaro quer voltar ao PSL, todo mundo já sabe, resta saber se Bivar vai topar reatar o namoro.

 

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo