BABADO DA SEMANA

Nego do Borel é expulso de ‘A fazenda’ 13

O cantor é investigado pela polícia por estupro de vulnerável

A Polícia Civil de São Paulo investiga o cantor Nego do Borel por suspeita de estupro de vulnerável contra a modelo Dayane Mello no programa “A fazenda 13”, da RecordTV. Após pedidos de patrocinadores e internautas, a emissora decidiu pela expulsão de Nego do reality show. Personalidades como a ex-BBB Juliette, Felipe Neto, Jandira Feghali e Manuela Davila também se manifestaram contra o estupro e pediram a apuração do caso.

Os advogados de Dayane registraram a denúncia na Delegacia de Itapecerica da Serra (SP), onde o programa acontece, e apresentaram imagens gravadas para justificar a ocorrência. A defesa da participante afirma que, após uma festa na noite desta sexta-feira (24), o cantor deitou em uma cama ao lado de Dayane Mello, que estava bêbada. Em diversos momentos, ela pede que Nego do Borel pare a ação. Hoje pela manhã, ela disse para a colega Erika não se lembrar dos acontecimentos da noite anterior.

A página de Dayane publicou parte da gravação no Instagram e escreveu: “Isso é INACEITÁVEL! Enquanto Dayane completamente inconsciente e sem nenhuma faculdade de suas ações na última madrugada, ela foi mais uma vez exposta a uma situação de risco a sua integridade física”.

A equipe de Borel se posicionou através de um comunicado na mesma rede social. “Deixamos claro que somos a favor de que a justiça seja feita e pedimos para que evitem julgamentos sem provas ou baseados em pequenos recortes da internet”, diz parte da nota.

O caso está sendo investigado pela polícia. Esse é o resultado de muita cachaça em um programa de confinados dentro de uma emissora de um Bispo, que diz ser cristão, respeita a família, mas faz de sua emissora, um péssimo exemplo a sociedade.

Por O Globo

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo