ECONOMIA

Bolsonaro deixa gás de cozinha 6% mais caro

Em algumas cidades do Maranhão, o gás já custa quase R$100 reais o botijão

A Petrobras elevou o preço do gás liquefeito de petróleo (GLP), conhecido como gás de cozinha, em 6% a partir desde esta quinta-feira (7), informou a empresa petroleira. Com o reajuste, o valor praticado pela Petrobras irá a R$ 35,98 por botijão de 13kg.

Em algumas cidades do Maranhão, por exemplo, o botijão de gás já custa quase R$ 100 reais, o que dificulta para quem ganha apenas um salário mínimo de R$1.100,00. Já para quem não tem emprego e vive apenas de programas sociais, a vida não ficará nada fácil.

Com o aumento no valor do gás de cozinha, o uso de carvão tem aumentado nas grades cidades e zona rural de municípios em todo Brasil. Com Bolsonaro, o pobre terá duas opções: morrer de fome ou por Covid-19.

Mostre mais

Artigos Relacionados

2 Comentários

    1. Se bem que não tem nada haver, já que o único jumento não sabe de nada, a não ser defender o filho de ser preso. O presidente anterior era culpado pela inflação, agora segundo os jegues, não tem nada haver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo