MARANHÃO

Brandão sendo Brandão: Fala preconceituosa do governador repercute na imprensa nacional

Brandão que sempre foi rico, nasceu em meios às fazendas, agora trata quilombola

O discurso carregado de preconceito do governador Carlos Brandão (PSB) a população quilombola e indígena do Maranhão repercutiu na imprensa nacional esta terça-feira (16). Durante sabatina no Imirante, Carlos Brandão mostrou incapacidade, vocabulário perverso, e claramente que não gosta de quilombolas, assim como todo fazendeiro.

Reportagem da Revista Veja desta terça-feira, 16, expôs a falta de letramento racial de Brandão quando ele diz que “a gente tem que conviver com eles”, ao se referir aos quilombolas do estado. O governador, mesmo mostrando seu lado desumano, até hoje, pós 24h da frase proferida, sequer pediu desculpas ao povo remanescente de quilombo.

A fala aconteceu durante a sabatina promovida pelo portal Imirante.com na segunda-feira, 15. Passadas mais de 24 horas do fato, até o momento não houve um pedido de desculpas por parte do governador e muito menos críticas dos defensores de quilombolas, índios e pobres.

Mas, se tivesse sido o presidente da República, Jair Bolsonaro, que proferisse esse termo preconceituoso, Flávio Dino, Rubens Jr, Duarte Jr, Zé Calos, Bira e tantos outros já teriam defecado com os dedos neste momento na internet,

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!