MARANHÃO

Câmara dá 72 horas para SMTT apresentar planilha de custos do transporte

Os membros da CPI dos Transporte aguardarão o documento que deve compor o relatório das investigações

Os membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), instaurada pela Câmara Municipal de São Luís para apurar supostas irregularidades no transporte público da capital maranhense, se reuniram nessa terça-feira (3) e decidiram dar 72 horas para o secretário Diego Baluz, titular da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), entregar a planilha de custo da operação do transporte coletivo municipal atualizada e detalhada.

Durante a reunião, o vereador Álvaro Pires (PMN), que é relator do colegiado, chegou a apresentar um preâmbulo do relatório com quase 90% concluso. Ele, entretanto, destacou que não concluiu o conjunto de informações porque ainda não teve acesso às planilhas de custos atualizadas e detalhadas do sistema, referente ao ano de 2022.

“O povo está esperando uma resposta desta comissão. O que está faltando para que possamos concluir o relatório das investigações é apenas ter acesso às planilhas de custos atualizadas e detalhadas, referente ao ano de 2022”, declarou.

De acordo com o vereador Octávio Soeiro (Podemos), secretário da CPI, além da planilha de custos, o colegiado também pretende ter acesso às fórmulas paramétricas e estudos sobre o cálculo médio do impacto de cada componente no custo do transporte coletivo.

Neste mesmo sentido, segundo ele, a comissão também deu prazo de 72 horas para que o empresário Manoel Cruz Filho, proprietário da Consulttrans – Consultoria Especializada Ltda., empresa que presta serviço de consultoria à Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT), possa apresentar a documentação probatória.

“Tenho certeza absoluta que a nossa contribuição [enquanto CPI] será efetiva e concreta, pois estamos com um olhar macro, seja na exigência da construção do plano de mobilidade e urgentemente junto ao plano diretor e ações pontuais ou deliberações que possam contribuir para a melhoria do transporte da nossa capital”, concluiu Soeiro.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!