ELEIÇÕES

Candidatura de Felipe Camarão agrada apenas meia dúzia de gatos pingados no PT

Já que quer candidatura própria, por que PT não escolhe alguém de casa com identidade petista?

Uma ala do Partido dos Trabalhadores (PT) do Maranhão anunciou o secretário de Estado de Educação, Felipe Camarão, como pré-candidato a governador para as eleições 2022. O problema [e que apenas meia duzia de gatos pingados querem essa candidatura. Os demais petistas n’ao engolem essa ideia.

O mais estranho é o partido do ex-presidente Lula ter que importar alguém para uma candidatura majoritária, contrariando seu histórico em todos os estados. O PT tem dois parlamentares e inúmeras lideranças politicas que ja tiveram mandatos, outros que continuam fortes no cenário politico maranhense.

O PT sempre teve candidatos orgânicos, de quadros históricos ou de militantes como candidatos majoritários, pelo país. No Maranhão, mesmo sendo de alas diferentes, teve como candidatos majoritários Washington Oliveira a prefeito de São Luís e vice-governador e Bira do Pindaré a senador, quando ainda estava na legenda.

Desta vez, o partido teve que trazer o “supersecretário” que estava filiado ao DEM para ter um nome. Desmereceu os filiados históricos, mostrado nas entrelinhas que servem apenas para preencher inúmeros dentro da legenda.

Quer dizer que os companheiros que sempre estiveram no partido não podem ou não estão aptos a disputar qualquer cargo que seja? é muita falta de respeito com quem defende a sigla e veste a camisa há anos.

A própria legenda tem um nome com predicados. Zé Carlos é deputado federal, com três mandatos pelo PT e histórico no partido. Poderia ser o nome para uma candidatura majoritária que representasse, de fato, o petismo no Maranhão.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo