ESPORTE AMADOR

Copa Interbairros de Futebol esporte, lazer e solidariedade

Homenagem: “hoje vamos correr juntos, pois você sempre estará em nossos corações.”

Considerada uma das competições mais difíceis, devido ao equilíbrio entre as equipes, a Copa Interbairros de Futebol Amador segue em sua 27ª edição de forma organizada e com credibilidade. Apesar de proporcionar disputas acirradas dentro de campo, onde cada time busca a vitória e consequentemente a conquista do título de campeão, a competição também se destaca nos bastidores (fora de campo), onde organizadores, dirigentes de clubes e jogadores interagem, compartilhando de momentos pessoal ou familiar, de alegria e tristeza; de bonança e escassez; de saúde e doença.

Na verdade, a Copa Interbairros em alguns momentos desfoca a competitividade para focar na solidariedade, no amor ao próximo. Diante desse clima familiar, os participantes sem exceção, abraçam todas as causas solidárias que são colocadas em pautas durante as reuniões e colaboram conforme a condição de cada um para que a causa venha ser alcançada. Desta forma, cria um laço de amizade, tornando-se uma grande família durante as disputas e que se estende após o final de cada competição.

Nesse inicio de competição (primeira fase) já foram realizadas duas campanhas. No congresso técnico os clubes conseguiram arrecadar mais de duzentos quilos de alimentos não perecíveis, que foram entregues a Igreja Missionária Rocha Eterna. Também foi feito uma arrecadação de certa quantia de dinheiro em pro do atleta Clodoaldo do time Irmãozinho que sofreu um acidente e encontra-se hospitalizado. No último domingo (23) o time de Unidos de Juçatuba homenageou o atleta Rony que perdeu a vida vítima do mesmo acidente.

Com isso, a Associação de Clubes de Futebol Amador do Maranhão – ACFAMA, promotora do Interbairros, comandada por Ivanilton Melo (presidente) e Josias Ribeiro (vice-presidente), se diferencia realizando um trabalho sério, de responsabilidade e compromisso com o bem comum de todos, mostrando que, por meio do futebol é possível desenvolver o esporte e o lazer, assim como o trabalho social dentro de uma comunidade. E vale destacar que tudo isso só é concretizado com a ajuda dos próprios moradores (dirigentes, torcedores, jogadores).

Por Jonny Figueiredo (JP)

Mostre mais

Artigos Relacionados

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo