MARANHÃO

Decreto de Julinho contra Covid-19 em Ribamar serviu apenas para cancelar evento de opositores

A crescente nos casos de Covid-19 mostrado pela Prefeitura de Ribamar aconteceu durante o São João de Ribamar

O prefeito do município de São José de Ribamar, Julinho Matos (PL), está sendo acusado de editar um decreto politiqueiro com várias medidas de restrições contra a Covid-19 na tentativa de cancelar um evento que seria idealizado por um grupo político que faz oposição a sua gestão no município.

Segundo o decreto, bares, lanchonetes, supermercados, shows, academias só poderão funcionar até as 22h e não poderão exceder 50% da capacidade física do ambiente em questão. A feirinha da cidade, assim como seminários, festas, congressos e eventos esportivos, artísticos e de cunho social estão suspensos. Julinho só reconheceu a situação grave da saúde no município, apenas após realizar vários dias de folia junina. Inclusive com um tal Lava-Bois, no último dia 4 de julho, onde a cidade balneária recebeu gente de toda Região Metropolitana.

O evento em questão, estava sendo promovido pelo grupo de vereadores que venceu a eleição da Câmara Ribamarense e que fazem oposição ao prefeito Julinho. O “Arraial da Família”, seria realizado na região do Panaquatira e contava com o apoio do governo do estado. Julinho pode ter agido de má fé e dado um tiro no pé com essa atitude suspeita.

Coincidentemente, a edição do decreto foi de encontro com o evento que estava sendo realizado pela oposição. Na última sexta-feira (8), a prefeitura ainda usou a Força de Segurança Municipal, com o uso da Guarda Municipal, barrando às brincadeiras juninas que estavam se deslocando para o local do evento, deixando claro que o objetivo principal do decreto seria possivelmente a proibição do evento opositor.

Em entrevista realizada há uma semana na TV Mirante, Julinho Matos, que também é médico, e a primeira-dama, Gilvana Duaillibe, não demostravam preocupação com o aumento de casos de Covid-19 que já vinham sendo apresentados no município, segundo os dados divulgados pela própria prefeitura para justificar a edição do novo decreto.

Pelos números mostrados no Boletim Epidemiológico, publicado pela Prefeitura de Ribamar, os casos de Covid-19 aumentaram justamente por conta das aglomerações nos eventos juninos realizados pela Prefeitura Ribamarense. Não tem outra justificativas, se é que os dados são verdadeiros. Opositores acusam que Julinho estaria em São Paulo no dia da treta.

Veja a confusão durante a suposta barreira sanitária instalada na cidade.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!