POLÍTICA

Desesperado, Bolsonaro quer reduzir R$ 2 no preço da gasolina e R$ 1 do diesel

Presidente disse que pacote de medidas proposto pelo governo vai causar uma redução nos preços dos combustíveis

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse, nesta segunda-feira (13/6), que as medidas propostas pelo governo federal para mitigar os altos preços dos combustíveis devem reduzir em R$ 2 o litro da gasolina e em R$ 1 o do diesel.

O governo pretende zerar o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre diesel e gás de cozinha; reduzir o ICMS e zerar tributos federais sobre gasolina e etanol e compensar, ao menos em parte, os estados pela perda de arrecadação.

Estimativa semelhante havia sido apresentada pelo senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), relator de duas propostas sobre o tema no Senado. Segundo o senador, os textos prometem reduzir em R$ 1,65 o preço do litro da gasolina e R$ 0,76 o do diesel.

Bolsonaro estuda medidas para reduzir os preços tendo em vista a proximidade do processo eleitoral. O tema é visto por aliados do presidente como o principal obstáculo à sua reeleição. Bolsonaro aparece em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto, atrás do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O pacote de medidas foi apresentado por Bolsonaro na semana passada e inclui uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para permitir um repasse de até R$ 29,6 bilhões da União para subsidiar a redução de impostos estaduais até o fim do ano.

Há ainda o projeto de lei complementar (PLP) 18, que fixa um limite máximo para as alíquotas de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis, energia, telecomunicações e transportes. Este último já foi aprovado pela Câmara e está para ser votado no Senado nesta semana.

Leia mais clicando AQUI…

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!