BABADO DA SEMANA

Edivaldo Holanda Jr põe feirantes na lama

Os trabalhadores do bairro São Francisco estão jogados às traças no período do inverno

As obras das feiras de São Luís que foram iniciadas a toque de caixa pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior em 2019, tem um balanço negativo desde o início. No bairro Cohab, o administrador foi morto por motivos ainda não divulgados pela Polícia Civil do Maranhão. Na Cohab os feirantes estão amontoados em uma viela ao lado da avenida Jerônimo de Albuquerque, em frente à feira.

No bairro São Francisco, os feirantes foram colocados para um espaço longe de gente e totalmente abandonado. Se não bastasse, nas primeiras chuvas que caíram na capital maranhense, o espaço oferecido pela Prefeitura de São Luís ficou totalmente alagado e cheio de lama, local impróprio para venda de alimento. As imagem mostram um verdadeiro descaso do poder público com os feirantes do São Francisco.

É a onda pré-eleição 2020, que precisa ser alimentada com serviços inacabados e caros, feitos sem planejamento com o intuito de enganar a população como aconteceu em 2016. Nesse quesito Edvaldo Holanda Júnior é especialista no assunto. Com uma saúde deplorável em São Luís, as feiras onde são vendidos os alimentos estão um verdadeiro lixão.

Os feirantes do São Francisco foram jogados para um espaço chamado de terreiro de São Francisco, onde a situação é precária e desumana. Segundo uma feirante que não quis se identificar com medo de retaliações, a prefeitura de São Luís está obrigando a ir pra lá, mesmo sem as mínimas condições de trabalho. De acordo com a feirante eles entregaram o galpão sem água, sem esgoto e sem energia, uma falta de respeito com os trabalhadores.

Segundo depoimentos de alguns feirantes, o promotor de justiça, Cláudio Guimarães teria sido extremamente arrogante com os trabalhadores. Segundo informações repassadas por feirantes, o promotor já chegou dizendo que existia uma ordem judicial e os feirantes precisariam cumprir, e não teria mais discussão.

Sem tempo a perder para trabalhar e buscar o sustento de suas famílias, cada feirante está fazendo seu box. E a prefeitura sequer deu explicações. É necessário o Ministério Público buscar o que está acontecendo com essas obras das feiras, já que estamos em ano eleitoral e o espetáculo se repete a cada dois anos.

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close