BEQUIMÃO

Em Bequimão, PM e GM encontram bares lotados em plena pandemia

O trabalho de fiscalização foi realizado no final de semana, mesmo com os TROTES atrapalhando o trabalho dos agentes

O desrespeito ao Decreto Municipal que proíbe aglomerações e exige a obrigatoriedade do uso máscara, faz também com que uma pequena parcela da população desvalorize a vida, achando que em Bequimão pode está à margem da lei. Além dos teimosos que desrespeitam a lei e insistem abrir bares formando aglomerações, ainda existem os “Marginais” que ligam para a polícia para passar trote e atrapalhar o serviço dos policiais.

Neste domingo (12), a Polícia Militar do Maranhão e a Guarda Municipal de Bequimão fizeram a fiscalização em bares da sede e zona rural para fazer valer o Decreto Municipal, que proíbe aglomerações e exige uso de máscara como prevenção à proliferação do novo coronavírus no município.

A fiscalização aconteceu nos povoados Monte Alegre, Vila Nova, Vitório, Areal, Marajá, Ariquipá, Rio Grande, Monte Palmas, Balandro, Santa Vitória, Floresta e Matinha. Nos povoados Rio Grande, Ariquipá, Monte Alegre, Vila Nova, Vitório e Floresta os Guardas Municipais e os Policiais Militares encontram eventos que formavam aglomerações, um perigo na proliferação da Covid-19 em Bequimão.

A falta de consciência de uma meia dúzia de gatos pingados, faz com que a Polícia Militar e a Guarda Municipal estejam vigiando marmanjos, que desrespeitam a lei em pleno século XXI. Esse desrespeito à vida e ao Decreto Municipal poderá custar caro para muita gente. E sabe qual será o resultado, caso povo não coloque a mão na consciência?…?

Desde o início da Pandemia do Novo Coronavírus em Bequimão, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde em parceria com a Guarda Municipal e a Polícia Militar está realizado ações educativas no combate e prevenção do Covid-19 no município, com barreiras sanitárias e orientações aos motoristas e passageiros, distribuição de panfletos com informações sobre os cuidados de prevenção, divulgação em rádio, rede social, carro de som, blogues e portais, além de visitações em estabelecimentos comerciais, obras e órgãos públicos.

Mesmo assim, ainda existem pessoas que não cumprem as medidas de isolamento social, deixam de usar máscaras, formam aglomerações em bares, e depois os mesmos delinquentes vão para a rede social cobrar da gestão municipal sobre o controle de infecção do novo coronavírus. É muita cara de pau.

Por outro lado, enquanto os Policiais Militares e os Guarda Municipais estão de povoado em povoado fazendo a fiscalização (o que na verdade não seria necessário se o povo fosse um pouco mais educado e respeitasse lei), existem algumas pessoas desocupadas ou marginais, que ficam passando trotes para a polícia, atrapalhando o serviço dos agentes.

Tags

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar