PRÊMIO

Empresa brasileira recebe prêmio no Fórum Econômico Mundial

Plataforma Verde é a primeira empresa da área ambiental no país a receber este reconhecimento

A Plataforma Verde, empresa brasileira na área de tecnologia ambiental, foi selecionada entre centenas de candidatos de todo o mundo como um dos Technology Pioneers do Fórum Econômico Mundial.

A comunidade Technology Pioneers agrupa startups envolvidas no desenvolvimento e implantação de novas tecnologias com potencial para impactar de forma significativa a sociedade e o mundo dos negócios.

O grupo deste ano é o mais diversificado de todos os tempos, tanto geograficamente quanto em termos de gênero. 25% são lideradas por mulheres, e a maioria (54%) vem de fora dos Estados Unidos e do Vale do Silício. Há também grande variedade nas áreas de atuação em que os pioneiros se concentram: inteligência artificial, Big Data, Internet das coisas (IoT), biotecnologia, blockchain, veículos autônomos, cibersegurança, agricultura vertical, micro grades descentralizadas e robótica. A lista completa dos Technoly Pioneers pode ser encontrada aqui.

Por ter sido selecionado como pioneiro tecnológico, o CEO e fundador da Plataforma Verde, Chicko Sousa, participará da reunião anual do Fórum Econômico Mundial, também conhecida como Fórum Davos de Verão, realizada em Tianjin, China, entre os dias 18 e 20 de setembro deste ano. Diversos pioneiros também participarão da reunião anual de Davos em janeiro de 2019 e continuarão contribuindo para as iniciativas do Fórum nos próximos dois anos.

“É com honra que recebemos a Plataforma Verde neste diversificado grupo de pioneiros tecnológicos”, diz Fulvia Montresor, Head do Technology Pioneer. “A Plataforma Verde e os demais pioneiros trabalharão na 4ª Revolução Industrial que está em curso e acreditamos que eles transformarão a sociedade e a indústria de forma positiva nos próximos anos.”.

“É muito gratificante ser reconhecido e colocar o Brasil pela primeira vez entre os selecionados do Technology Pioneer do World Economic Forum”, diz Chicko Sousa. “O sucesso da nossa plataforma na gestão de resíduos no Brasil, melhorando os resultados financeiros das empresas, fez com que países como Estados Unidos, China e Índia nos procurassem para aplicar este conceito. Isto nos mostra que criamos uma tecnologia que pode realmente resolver um grave problema mundial – a forma como as empresas e cidades devem ver e gerir os resíduos nos dias de hoje”.

As empresas pioneiras foram escolhidas através de um comitê de seleçãocomposto por acadêmicos, empreendedores, investidores e executivos de todo o mundo. O comitê baseou suas decisões em critérios como inovação, potencial de impacto e liderança. Em edições anteriores estiveram presentes empresas como Airbnb, Google, Kickstarter, Mozilla, Spotify, TransferWise, Twitter e Wikimedia.

Todas as informações dos Pioneiros Tecnológicos de 2018 podem ser encontradas aqui:

http://wef.ch/techpioneers18

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo