NOTÍCIAS

Faculdade Estácio São Luís demite 22 professores

Se a qualidade do ensino já não era essa coca-cola toda quando tinha grandes profissionais, imagina agora

A Faculdade Estácio São Luís demitiu uma carrada de professores de seu quadro profissional neste mês de dezembro. Um dos profissionais demitido foi o professor e diretor da Instituição de Ensino, Geraldo Siqueira. Além do diretor, segundo informações que chegaram ao Portal G7, 22 professores foram demitidos e serão substituídos por outros profissionais com salário menos e prestadores de serviços, de acordo com a reforma trabalhista aprovada e sancionada pelo presidente Temer.

Mesmo com grandes profissionais, mas com uma estrutura abaixo do esperado pelos estudantes, a Faculdade Estácio não tinha um ensino 100% aplausível, de acordo com os alunos que reclamavam da metodologia que a Instituição aplicava dentro da sala de aula. O medo dos alunos é que essa qualidade venha cair ainda mais e prejudicá-los no futuro.

Uma manifestação foi organizada na última quinta-feira (13) para cobrar atitude dos empresários donos da Faculdade. SEGUE ABAIXO A NOTA DIVULGADA NAS REDES SOCIAIS PELOS ALUNOS.

Nós, estudantes da Faculdade Estácio de Sá realizaremos nesta quinta-feira (13/12) um protesto contra a demissão de 22 professores, vítimas da política de cortes da instituição de ensino, amparada pela Reforma Trabalhista do Governo Michel Temer. O ato público ocorrerá a partir das 18h, em frente à Faculdade, no Centro de São Luís. O objetivo é cobrar a imediata reintegração dos professores, com carteira assinada e todos os direitos trabalhistas assegurados, impedindo, assim, a terceirização dessa categoria, tão importante para a qualidade de ensino na Estácio de Sá. Por respeito, valorização e nenhum direito a menos, vamos à luta por nossos professores!

Aguardamos contato da Assessoria de Comunicação da Faculdade Estácio, mas até o fechamento desta matéria nenhuma resposta sobre as demissões foi enviada para nossa redação. O Espaço continua aberto no G7.

 

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!