MARANHÃO

Flávio Dino diz ter investido na saúde do Maranhão, mas Brandão para retirar um cisto, teve que ir para São Paulo

É assim que as mentiras divulgadas nas propagandas do governo do Maranhão são descobertas aos poucos para os maranhenses

Durante 7 anos Flávio Dino (PSB), gastou dinheiro público com publicidade para tentar convencer os maranhenses, de que a saúde pública do Maranhão estaria melhor, que o período da ex-governadora Roseana Sarney. Não adiantou gastar dinheiro público com propagada enganosa, que realmente mentira tem pernas curtas. Se o Procon realmente funcionasse, teria multado Flávio Dino por propagada enganosa sobre a saúde do Maranhão.

A prova de que a saúde pública do Maranhão está literalmente internada na UTI, são os tratamentos de deputados, secretários de Estado, do próprio Flávio Dino e do governador Carlos Brandão, que são feitos em hospitais particulares de São Luís: São Domingos ou UDI, outros vão para São Paulo, usar o hospital Sírio Libanês, um dos mais caros do Brasil. Nenhum deles vai para o Socorrão I, Santa Casa, Carlos Macieira, Hospital da Mulher, Macroregional da Baixada Maranhense ou hospital da Ilha, inaugurado recentemente, mas não funciona nada. O serviço público ruim, colocado por gestores públicos, só serve para pobres com extrema necessidade, infelizmente.

Há poucos meses, Flávio Dino, que foi infectado por Covid-19, foi internado no hospital São Domingos, enquanto os maranhenses padeciam nas UPAS 24h. Será porque Dino não procurou uma UPA24h, ou o hospital Carlos Macieira? Seria porque o serviço de saúde pública é ruim ou porque Dino é melhor que os demais maranhenses?

Esta semana, o governador Carlos Brandão, também precisou procurar um hospital para retirada de um cisto nos rins. Mas Brandão não procurou a rede pública de saúde administrada pelo seu governo, herança de Flávio Dino. Brandão procurou o Sírio Libanês em São Paulo, hospital mais caro do Brasil.

É o Sistema de Saúde Pública do Maranhão que Brandão não confia ou são os médicos maranhenses que trabalham, que Brandão não bota fé?

Ruim ou não, os maranhenses chegam a dormir noites a dentro para tentar conseguir uma consulta ou um exame a rede pública de saúde do Maranhão. Uma humilhação aos maranhenses e uma vergonha ao gestor, se realmente tiver.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!