NOTÍCIAS

Flávio Dino estaria transformando Josimar de Maranhãozinho em bode expiatório

O agora ex-aliado, Josimar foi peça fundamental em 2018 na reeleição de Flávio Dino ao governo do Maranhão

De aliado indispensável para a vitória do Governador Flávio Dino em 2018, o deputado federal Josimar de Maranhãozinho, líder do PL, Avante e Patriotas no Maranhão, tornou-se uma espécie de bode expiatório nas mãos do PCdoB, partido comandado pelo jornalista Márcio Jerry Saraiva Barroso.

Se antes, Josimar se gabava de receber “cinco ligações do governador por dia”, hoje ele é alvejado por todos os lados pela máquina político-midiática operada de dentro do Palácio dos Leões.

Nas últimas semanas, o nome do ex-prefeito de Maranhãozinho voltou a ocupar o noticiário político brasileiro, principalmente por causa da filiação do presidente Jair Bolsonaro ao Partido Liberal. Desde então, a artilharia midiática controlada por Flávio Dino fez dele uma espécie de bode expiatório.

A aliança entre Josimar e Flávio Dino começou em 2017, quando o então deputado estadual do Partido da República arrastou todo o seu grupo político para o palanque comunista. Após reeleger-se contra Roseana Sarney, em 2018, Dino abriu os cofres do governo, entregando cargos, secretarias e tudo que o poder oferece ao novo aliado.

Em 2020, PL, Patriotas e Avante abraçaram o projeto dinista em São Luís. Nesse período, com a concordância integral do governador comuno-socialista, Josimar financiou, em primeiro e segundo turno, a candidatura de Duarte Júnior a prefeito. Logo após a derrota para Eduardo Braide (Podemos), a fatura foi cobrada, e o governador apareceu por diversas vezes, em reuniões com Maranhãozinho, fazendo o famoso gesto que é marca registrada de seu grupo político.

Na disputa pelo comando da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), no início deste ano, Josimar também se posicionou ao lado de Flávio Dino, embarcando na candidatura do prefeito de Caxias, Fábio Gentil, em acordo com os interesses do Palácio dos Leões. Com a vitória do pedetista Erlânio Xavier, de Igarapé Grande, a relação começou a desandar, com prefeitos aliados de Maranhãozinho acusando Dino e Brandão de não cumprirem os acordos firmados para eleição da Famem.

Com as investigações contra Josimar avançando em nível federal, Flávio Dino apressou-se em se afastar do aliado. As postulações majoritárias do esposo da deputada estadual Detinha serviram como estopim para o rompimento definitivo. Nas últimas semanas, porém, a artilharia dinista perdeu o pudor, apontando todas as armas na direção do “Moral da BR”.

No último final de semana, reportagem da Revista Crusoé, assinada por um primo do secretário de Comunicação do Maranhão, Ricardo Cappelli, publicou detalhes de uma investigação contra Josimar de Maranhãozinho, sem poupar nem mesmo o deputado federal Duarte Júnior.

Desde então, veículos de imprensa alimentados pelo governo estadual no Maranhão e fora do estado dedicam-se à cobertura das denúncias, com vídeos, fotos e notícias sobre uma possível cassação do parlamentar. Como se isso não fosse suficiente, portais institucionais do PCdoB partiram para o ataque. Até as redes do partido no Maranhão foram acionadas, deixando claro que a intenção é tirar Maranhãozinho de qualquer jeito disputa eleitoral do ano que vem.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!