NOTÍCIAS

Francisco Chaguinhas vai propor criação de uma Comissão Temporária para vistoriar áreas de risco

Presidente da Comissão de Recesso da Câmara Municipal de São Luís, Chaguinhas entende que o trabalho precisa continuar

A Câmara de São Luís dará continuidade às vistorias de áreas da capital maranhense que estão em risco de enchente, deslizamento ou desabamento no período chuvoso. Para que isto aconteça, o vereador Francisco Chaguinhas (Podemos), presidente da Comissão de Recesso, pretende propor a criação de uma Comissão Temporária que tenha aquela finalidade.

As visitas realizadas por vereadores, com o devido acompanhamento da Defesa Civil, às áreas de risco de São Luís foram algumas das ações realizadas pela Comissão de Recesso da Câmara de São Luís, instalada para atuar no período regimentalmente destinado à suspensão das atividades legislativas da Câmara de São Luís. O objetivo daquelas vistorias parlamentares foi tomar ciência acerca dos problemas pelos quais passam os moradores de cada área de risco e avaliar a situação das famílias atingidas pelas chuvas para buscar soluções.

“O que a Comissão quer e está fazendo é reunir informações e problemas que encontramos nas áreas visitadas para fazer um projeto em nível de Município. Também pediremos para os deputados estaduais que possam fazer um projeto para criar um fundo especial destinado a moradias de áreas de risco. Somente assim solucionaremos esse problema. Outro remédio para essas áreas é urbanização. Retirar as pessoas das áreas de risco e urbanizar essas localidades para a prática esportiva e de recreação”, avaliou Chaguinhas.

No período de recesso parlamentar, os integrantes daquela comissão estiveram presentes em localidades como Vila Bacanga, Visa Isabel e Vila Mauro Fecury II, localizadas na área Itaqui Bacanga. Regiões como Matança e Vila Isabel Cafeteira, localizadas na região do Anil, e Baixão, na região do Jardim São Cristóvão, também receberam visita dos parlamentares da Comissão de Recesso.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!