MARANHÃO

Governador Carlos Brandão cria 55 cargos comissionados e mais duas secretarias

A informação foi publicada com exclusividade pelo site Folha do Maranhão na segunda-feira (30)

Revelado com exclusividade pelo site Folha do Maranhão, o governador Carlos Brandão (PSB) enviou à Assembleia Legislativa uma Medida Provisória onde cria a Agência Executiva do Leste Maranhense, que seria uma espécie de autarquia em seu governo para beneficiar aliados políticos. Para o funcionamento desta pasta, foram criados 22 cargos comissionados, que serão ocupados por indicações políticas.

Nesta terça-feira (31), após pedir licença do governo para cuidar da saúde, Brandão encaminhou outra Medida Provisória para Assembleia Legislativa. Desta vez, o governador vai criar a Secretaria de Estado da Pesca e Agricultura (SEPA) e mudará denominação e a finalidade da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca – SAGRIMA.

Na proposta de Brandão, a SEPA terá a finalidade de fomentar a pesca e a aquicultura sustentáveis, promovendo o ordenamento, a regulação, o incentivo, o monitoramento e a fiscalização de suas atividades, compreendendo todo processo de exploração e aproveitamento destes recursos, abrangendo as operações de captura, cultivo, conservação, processamento, transporte, armazenagem e comercialização dos produtos delas decorrentes, objetivando a promoção do desenvolvimento sustentável do setor, bem como dar suporte institucional e técnico às ações e atividades a ele inerentes.

Segundo Carlos Brandão, para o funcionamento da pasta, serão necessários a criação de 33 novos cargos comissionados, que também poderão ser ocupados por aliados políticos.

Já a Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca passa a denominar-se Secretaria de Estado da Agricultura e Pecuária – SAGRIMA, e terá como finalidade formular, implementar, coordenar, acompanhar, supervisionar, avaliar e controlar políticas públicas, programas, projetos e ações voltados para o crescimento da produção agropecuária, estimulando o agronegócio, a agricultura, o extrativismo vegetal e florestal, a exploração florestal, o abastecimento, o armazenamento, o associativismo e o cooperativismo, a defesa e inspeção animal e vegetal, a pesquisa, o aproveitamento dos recursos naturais renováveis e a comercialização e distribuição de alimentos.

Na manhã desta terça-feira, Brandão pediu aos deputados o afastamento do governo para cuidar da saúde após passar por um procedimento cirúrgico em São Paulo. Sem dá muitas informações sobre seu estado de saúde, Brandão não informou quando retornará ao Maranhão. Ao que tudo indica, as suas redes sociais estão sendo comandadas por assessores, já que o mesmo não apresenta detalhes da sua atua situação.

O que se sabe é que mesmo longe do Maranhão, Brandão não tem medido esforços para encaixar seus aliados políticos no governo.

Por Folha do Maranhão

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!