BABADO DA SEMANA

Juiz cachaceiro do TJ/RJ foi preso em São Luís-MA nesta terça-feira (4)

O magistrado já havia sido preso na semana passada nos Lençóis Maranhenses

O juiz aposentado do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ/RJ), Jorge Jansen Counago Novalle, de 61 anos, que ama uma cachaça, foi preso na noite desta terça-feira (4) em São Luís-MA, após provocar tumulto e confusão  no Hotel Louzeiros, localizado na Praia de São Marcos. O cachaceiro carioca que já é reincidente, não pode molhar o bico de cana, que se transforma em um cara violento e insuportável. Se não parar com essa mania, não vai demorar encontrar um louco e levar uma surra.

O juiz baderneiro é o mesmo que foi preso na semana passada depois de se envolver em uma confusão na cidade de Santo Amaro-MA, no Lençóis Maranhense ao tentar agredir funcionários e o proprietário de uma pousada. Por ter sido juiz, se acha no direito de insultar as pessoas após beber muita cachaça.

Em Santo Amaro-MA Jorge Jansen Counago Novalle só foi posto em liberdade depois de pegar uma fiança de seis salários mínimos, algo em torno de R$6.660,00. O magistrado aprece em imagens de câmeras de segurança tentando agredir o próprio dono de uma pousada.

Ao ser conduzido para a delegacia Jorge Jansen Counago Novalle ainda ofendeu e desacatou os policiais. Já na noite  desta terça-feira (4) o Cachaceiro tentou agredir funcionários e hospedes do Hotel Louzeiros, na praia de São Marco, na capital maranhense.

Ao ser preso nesta terça-feira, Jorge Jansen Counago Novalle mais uma vez desacatou os policiais que o conduziram para o Plantão Central da Rua do Norte, no Centro de São Luís. O Pinguço foi afastado da magistratura por atirar no vizinho em um condomínio em Copacabana, bairro nobre do Rio de Janeiro. Como condenação, Jorge Jansen Counago Novalle foi aposentado com todas as mordomias.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo