NOTÍCIAS

Kellyane Calvet desce o pau na prefeita de Bacabeira-MA

A ex-vereadora tentou ganhar likes nas redes sociais em cima de Fernanda Gonçalo

Numa tentativa de chamar a atenção e ganhar holofotes em cima de uma polêmica sem motivo, a ex-vereadora Kellyane Calvet, não perdeu tempo e aproveitou a oportunidade para ganhar likes nas redes sociais, explorando uma situação politicamente ao descer o pau em Fernanda Gonçalo. Em seus perfis nas redes sociais, ela diz que sua “capacidade de distinguir o bom do ruim não é afetada por querelas políticas”, mandando o recado para a prefeita de Bacabeira-MA.

O problema, entretanto, é que as “querelas políticas” além de afetar sua “capacidade de distinguir” também fez a ex-parlamentar pagar ‘mico’ demonstrando que sua manifestação sobre o assunto evidencia que ela nada aprendeu sobre processo legislativo durante sua curta passagem pelo Parlamento bacabeirense, conforme veremos a seguir.

Toda essa polêmica foi gerada após a inauguração de uma praça, construída pela Vale, em parceria com a Prefeitura de Bacabeira. A polêmica causada nas redes sociais devido ao logradouro ter sido inaugurado sem a placa com o nome que homenageia o saudoso folclorista Manoel Tetéu, ícone da cultura maranhense que morre aos 90 anos, em agosto de 2019.

Nas redes sociais, a Associação Folclórica Bumba Boi de Periz de Cima, entidade fundada pelo homenageado, chegou a divulgar uma nota de repúdio. O comunicado, entretanto, acusou a gestora municipal de ter aceitado outro nome sem a tramitação legal que a lei exige, denominado o espaço público de “Praça da Vitória”. Entretanto a ex-vereadora entrou na onda e aproveitou para descer o porrete em Fernanda Gonçalo.

HISTÓRIA

Nascido em Rosário-MA, no dia 22 de abril de 1929, Manoel Tetéu era um grande artesão, que desde 1975 fabricava banjo, capoeira de bumba-boi, burrinha, tambor onça e bombo. Em 1979, fundou o Boi de Orquestra de Periz de Cima, que por alguns anos, foi conhecido também como Tradição de Bacabeira.

No mesmo ano de fundação, o Boi de Periz de Cima foi conduzido pela voz potente do cantador Ribão D’Oludô. Em 2014, durante uma homenagem no maior arraial de São Luís, o Terreiro da Maria, Manoel Tetéu destacou sua trajetória na brincadeira.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo