NOTÍCIAS

Laudo mostra que praias da Grande São Luís estão cheias de cocô

Novo laudo aponta que 14 pontos impróprios para o banho, segundo Secretaria de Meio Ambiente

O novo laudo divulgado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema) mostra que as praias estão cheias de cocô. Segundo o laudo,14 pontos estão impróprios para o banho na Grande São Luís. O laudo refere-se à ação de monitoramento realizada no período de 28 de dezembro de 2021 a 25 de janeiro de 2022 e integra a série de acompanhamento semanal das condições de balneabilidade das praias da Ilha do Maranhão.

De acordo com a Sema, foram coletadas e analisadas amostras de água de 22 pontos distribuídos nas praias de São Luís e trechos de São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa. Só que a quantidade de fezes que cai nas praias, seria impossível ter algum local próprio para banho, já que a água é praticamente a mesma.

Na capital, os pontos de poluição se encontram nas praias Ponta do Farol no trecho que compreende entre em frente ao Farol e Forte de São Marcos; São Marcos em frente ao prédio verde com o Heliporto e Em frente à Banca de Jornal da Praça de alimentação da Avenida Litorânea; toda a extensão da Praia Calhau e Olho d’Água.

Toda a extensão da Praia do Meio, em São José de Ribamar e a a extensão que compreende a Praia do Araçagy, também em São José de Ribamar. Na Praia Olho de Porco, em Paço do Lumiar, na extensão situada em frente ao Las Vegas Bar e Restaurante.

Segundo a Sema, essa análise é realizada todo mês e a ocorrência de chuvas influencia negativamente na qualidade das águas das praias, considerando que ocorre maior carreamento de matéria orgânica oriunda da lavagem das vias públicas para os rios e, consequentemente, para os mares.

A recomendação de quem faz estas análises e também de estudiosos no assunto é de que o banhistas não devem entrar ao mar durante o período em que a água estiver poluída a fim de evitar o contágio de doenças.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!