POLÍTICA

Marcio Honaiser abdica de presidência da CCJ pela conciliação na Assembleia

Segundo ele, "o Maranhão e os maranhenses é que são prejudicados por esse conflito interno"

Depois de semanas de disputas e obstruções por parte da bancada brandonista da Assembleia, que inconformada com a eleição de Honaiser para a presidência da CCJ, vinha impedindo as votações e atividades da casa, o presidente Márcio Honaiser (PDT), decidiu fazer um gesto em busca da conciliação, abrindo mão do cargo.

A decisão foi informada nesta segunda pelo deputado, que se disse preocupado com as dezenas de projetos que seguem impedidos de avançar, em áreas importantes como saúde, educação e geração de emprego. “Os maiores prejudicados por essa disputa são o Maranhão e os maranhenses. Não é de vontade minha nem do nosso bloco que os trabalhos estejam estagnados dessa forma. Queremos que o estado avance”.

Não é a primeira vez que Honaiser abre mão de cargos importantes pensando no bem comum e na solução diplomática. Em 2014, ele era a indicação do PDT a vice na chapa de Flávio Dino e abdicou do cargo para que o PSDB aderisse ao projeto, o que acabou levando Carlos Brandão ao posto que ocupa até hoje.

Resta saber se Brandão e sua turma reconhecerão a grandeza de mais esse gesto do pedetista…

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!