BABADO DA SEMANA

Mical almoça e janta com Flávio Dino e oferta a sobremesa para Bolsonaro

A deputada que finge ser comunista para alimentar seus interesses, agora cospe no prato de Flávio Dino

A deputada estadual Mical Damasceno (PTB) que liderou o fracassado ato em prol de Jair Bolsonaro, no último sábado (01), do jeito que o presidente gosta: sem máscara e incentivando aglomerações, mostra que só se aproxima de Flávio Dino quando quer alimentar seus interesses individuais e familiares.

Como prêmio, a patriota, cristã e ex-comunista, ganhou o reconhecimento de Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB, e um dos principais conselheiros de Bolsonaro. Mical que atualmente mais parece vigia do PTB, deve ser a principal laranja bolsonarista nas eleições de 2022.

Rezando a cartilha do bolsonarismo cada vez mais, Mical Damasceno vai se tornando a legítima representante do presidente Bolsonaro no estado do Maranhão, e deixando para trás nomes que tentam ser essa figura na Terra das Palmeiras, como o senador Roberto Rocha (Buscopan das Urnas) e o prefeito Lahésio Bonfim, o Sarneysista Bolsonarista declarado.

Com o vácuo de candidaturas majoritárias no estado que gozem do prestígio do presidente, a deputada estadual pode pensar em alçar voos maiores nas eleições do ano que vem. A única certeza que terá é a derrota acachapante, já que o bolsonarismo no Maranhão não vingou, tendo como prova a derrota acachapante nas eleições de 2020.

Em 2018, a deputada da igreja Assembleia de Deus, filha de pastor, foi eleita com o apoio do comunista Flávio Dino, tendo nas negociações, segundo circulou nos bastidores, cargos de Capelão dentro do governo Dinista. Mas pelo andar da carruagem, Mical deve se aliar aos fieis da igreja e do bolsonarismo.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo