INFRAESTRUTURA

Ministros debatem avanços para o Centro Espacial de Alcântara-MA

Construção de um porto em Alcântara e a ampliação do porto em São Luís-MA estavam na pauta dos ministros durante reunião

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, astronauta Marcos Pontes, recebeu nesta quarta-feira (1), a visita do colega do Turismo, Gilson Machado. Na pauta da reunião estavam os gargalos que dificultam o desenvolvimento do Centro Espacial de Alcântara (CEA), no Maranhão. O MCTI, por meio da Agência Espacial Brasileira (AEB/MCTI), tem adotado medidas e ações para o funcionamento pleno da estrutura.

Na reunião estiveram presentes representantes do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), subordinado ao Ministério do Turismo, que deram explicações sobre o impedimento da construção de um porto em Alcântara e a ampliação do porto em São Luís-MA, empreendimentos essenciais para o funcionamento do Centro de Lançamento e desenvolvimento do turismo em Alcântara.

Marcos Pontes detalhou que o funcionamento do Centro Espacial de Alcântara vai beneficiar não só o município, mas toda a região. “Estamos agora na fase final da construção do Plano de Desenvolvimento Integrado de Alcântara. O plano é resultado do Comitê de Desenvolvimento Integrado de Alcântara”. O comitê compreende diferentes ministérios, organizações locais, a Universidade Federal do Maranhão, o Instituto federal de Alcântara, os representantes dos Quilombolas e também a prefeitura de Alcântara e o governo do Maranhão.

“É um trabalho conjunto para trazer uma solução definitiva para aquela região e que utilize o Centro Espacial de Alcântara como uma mola propulsora em termos de geração de recursos para transformar a região”, declarou.

O ministro do Turismo, Gilson Machado, destacou que a região de Alcântara é preciosa não só para a exploração espacial, mas para a exploração turística em diversos setores. “Potencial de turismo histórico, turismo de natureza, turismo tecnológico, que na América Latina é um dos pontos mais importantes”, enfatizou.

Ao final do encontro Marcos Pontes sugeriu uma nova reunião para que este e outros gargalos para o desenvolvimento do centro espacial e da região de Alcântara sejam sanados.

Base de Alcântara

O Centro de Lançamento de Alcântara (CEA) é voltado para fins de exploração espacial com o envio futuro de satélites ao espaço. A base possui uma localização privilegiada com a proximidade da linha do equador e do mar, o que possibilita lançamentos em órbitas polares e equatoriais.

O centro tem condições de prover suporte logístico, integração e testes finais de carga útil, lançamento de objetos espaciais, previsão meteorológica, coleta de dados via telemetria, rastreio, sistema de comando e controle e demais tecnologias.

Por Parada do Saber

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo