ARTIGO

No Maranhão 35% da arrecadação vem do ICMS dos combustíveis

Em postagem na rede social, Flávio Dino nega a cobrança da alta taxa do imposto

O Governo do Maranhão já arrecadou R$ 5,1 bilhões de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Para ser mais preciso, foram R$ 5.184.949.951,00 (cinco bilhões, cento e oitenta e quatro milhões, novecentos e quarenta e nove mil, novecentos e cinquenta e um reais).

Desse total, nada menos que 35%, ou seja, R$ 1,8 bilhão de reais, decorreu da venda de combustíveis e lubrificantes entre janeiro e agosto de 2021. Nas redes sociais, Flávio Dino nega essa alta e ainda chama de bandido em publica a verdade.

Em meio à escalada dos preços dos derivados de petróleo no Brasil, o Rio Grande do Sul decidiu reduzir em cinco pontos percentuais a alíquota de ICMS sobre estes produtos naquele estado.

No Maranhão, Flávio Dino arrecada alto valor e ainda cria programas para dar esmolas para pobres, taxistas e mototaxistas, com dinheiro que os próprios beneficiados pagaram de impostos. É o gato tentando engordar o rato.

Por Gilberto Léda

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo