HOMICÍDIO

Polícia começa ouvir pessoas que estiveram com Juninho Costa antes dele ser assassinado

O locutor Juninho Costa foi brutalmente assassinado no último dia 06 de setembro no bairro João de Deus

Há exatos um mês após o assassinato brutal do locutor esportivo, Juninho Costa, que foi morto na noite do dia 06 de setembro (domingo), na rua da Cerâmica, próximo a avenida Guajajaras, no bairro João de Deus, a Polícia Civil do Maranhão, através Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), começou a intimar algumas pessoas que estiveram com Juninho horas antes do assassinato.

Segundo a polícia, aproximadamente 20 pessoas já foram intimadas para prestarem depoimento na próxima quinta-feira (08), na sede da Superintendência, localizada na avenida Beira Mar, no Centro da capital maranhense. Nenhum dos intimados são acusados ou suspeitos, apenas vão depor para colaborar nas investigações com a polícia.

Mesmo já de posse das imagens das câmeras de segurança de empresas localizadas na rua da Cerâmica e na avenida Guajajaras, a Polícia Civil segue sem resposta sobre o assassinato brutal do Locutor das Emoções, Juninho Costa, que deixou a população do João de Deus revoltada.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo