LATROCÍNIO

Polícia prende homem acusado de matar pai e filho em Primeira Cruz-MA

A prisão aconteceu após policiais perseguirem o acusado no mangue e pelo mar também

A Polícia Militar prendeu na madrugada deste sábado (6), o terceiro envolvido no latrocínio, (roubo seguido de morte) que teve como vítimas o caixeiro viajante Modesto Sousa Aguiar, de 58 anos e seu filho Daniel Mendonça Aguiar, de 28 anos.
Segundo a polícia, as vítimas foram mortas a tiros e golpes de facão, e o crime ocorreu na quinta-feira (4) no povoado Mairirizinho, no município de Primeira Cruz-MA. As vítimas que viajavam naquela região vendendo mercadorias de porta em porta, foram atacadas por três criminosos que bloqueiam a estrada com pedaços de madeira e pedras. Depois de rendidos, pai  e filho foram levados para uma região de mata onde foram mortos.
NO MANGUE E NA CANOA 
Na semana passada a polícia prendeu dois dos envolvidos no crime e continuou as buscas ao terceiro. Neste final de semana, os policiais receberam a informação de que o acusado estava escondido na localidade Praia do Veado, naquele município. Logo policiais da 5ª Companhia do 27ª Batalhão da Polícia Militar do Estado do Maranhão, foram para o local e ao observar a presença da polícia, o acusado fugiu para uma área de mangue.
Com isso uma equipe do Centro Tático Aéreo (CTA) foi para o local para dar apoio aos policiais. O acusado ainda tomou uma canoa de assalto e tentou fugir pelo mar para São José de Ribamar-MA. No entanto, ele foi localizado pelos policiais que estavam em outra embarcação e com a ajuda do helicóptero.
O acusado já tem mandado de prisão decretado pela Justiça e após ser ouvido na delegacia de Primeira Cruz-MA foi encaminhado para a Unidade Prisional da cidade de Rosário-MA.
Por Silvan Alves
Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo