SOCIAL

Prefeitura de Bequimão já distribuiu mais de 30 toneladas de alimentos

Centenas de famílias em situação de vulnerabilidade social já foram beneficiadas

Bequimãoenses em situação de vulnerabilidade social recebem assistência da Prefeitura de Bequimão muito antes do início da pandemia. O auxílio alimentação concedido através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) começou a ser disponibilizado às famílias do município ainda na gestão do ex-prefeito e atual secretário municipal de Governo, Zé Martins, e tem sido fortalecido cada vez mais pela gestão do prefeito João Martins, desde janeiro.

O PAA, resultado da parceria entre a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural e pólos agrícolas de Bequimão, atingiu a marca de mais de 30 toneladas de alimentos entregues a quem mais precisa, segundo a pasta. A aquisição e distribuição da produção é garantia do combate à fome, promoção da segurança alimentar e, sobretudo, geração de emprego e renda aos trabalhadores da agricultura familiar. Somente neste ano, o setor já recebeu um aporte financeiro de mais de R$ 175 mil para a compra dos alimentos.

“As pessoas que precisam sabem e reconhecem a importância desse auxílio neste período que estamos vivendo. A nossa gestão se orgulha em dar continuidade a essa importante política assistencial que, além de combater a fome e dar segurança alimentar à nossa população, tem sido fonte de renda para tantas famílias que vivem da agricultura familiar em nosso município“, destaca o prefeito João Martins.

Entre o itens que compõem as cestas distribuídas às famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) estão macaxeira, banana, pescados, limão, acerola, abóbora, laranja, farinha de mandioca, alface, batata doce, cheiro verde, maxixe, mamão, milho verde, couve, cebolinha, pimenta de cheiro, quiabo, maracujá, feijão, pepino, entre outros.

A coordenadora do PAA explica que a aquisição dos alimentos é realizada semanalmente. “Nós cadastramos os produtores na proposta e, assim que eles vão produzindo e fazendo a entrega, a gente faz a doação também no mesmo dia. A compra acontece toda semana, mas o pagamento é mensal. Todo dia 10 o Ministério da Cidadania executa o pagamento aos pequenos agricultores do nosso município. O dinheiro vai direto para a conta do agricultor e da agricultora”, conta Cleonilde Bitencourt, coordenadora do programa em Bequimão.

O PAA é executado por estados e municípios em parceria com o Ministério da Cidadania e pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Em Bequimão, o programa é desenvolvido em duas modalidades: misto e emergencial. Juntas, elas contemplam aproximadamente 50 pequenos agricultores. Cada trabalhador pode lucrar até R$ 6,5 mil por mês com a venda dos alimentos produzidos.

“A orientação do prefeito João Martins é que o Programa de Aquisição de Alimentos seja fortalecido e ampliado. E, quando ele diz isso, ele se refere à necessidade da Secretaria de Desenvolvimento Rural acompanhar a processo e dar assistência técnica aos agricultores, para que essa produção seja ampliada e o trabalhador tenha um produto de qualidade para oferecer ao consumidor final. É uma elo de estímulo ao agricultor e, sobretudo, de assistência aos bequimãoenses que estão em situação de vulnerabilidade social”, enfatiza a coordenadora municipal do PAA, Cleonilde Bitencourt.

Mais investimentos

Além do PAA, o município de Bequimão conta também com propostas Programa de Compras da Agricultura Familiar (PROCAF), acrescenta Clenilde Bintencourt. “Nós temos o PROCAF do Coco Babaçu e o PROCAF Quilombola, que também já estão com recursos garantidos junto ao Governo do Estado. Assim, a gente vem lutando para beneficiar os nossos produtores e fazer com que a nossa agricultura se desenvolva cada vez mais”, afirma a coordenadora do PAA.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo