BABADO DA SEMANA

Procon/MA fiscaliza ferry-boat pela milésima vez

Essa novela já repetiu 1.999 vezes e nada foi resolvido até hoje

A novela de fiscalização dos ferry boats por órgãos ligados ao governo do Estado já não tem mais efeito mediante ao público consumidor (passageiros). Todo ano é a mesma ladainha. Uma forma de tirar fotos para fazer publicidade enganosa nas redes sociais. Procon e MOB nunca fizeram nada pelo bem dos consumidores que compram passagem de ferry boat.

Em virtude do aumento do fluxo de passageiros no período que antecede o carnaval, o Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Estado do Maranhão (Procon/MA), em parceria com a Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB), realizou, na segunda-feira (27), uma ação de fiscalização preventiva dos serviços de transporte aquaviário em São Luís.

As equipes de fiscalização verificaram as condições de segurança, higiene e acessibilidade das embarcações, com o objetivo de garantir uma prestação de serviços adequada, especialmente devido à proximidade do carnaval, período em que aumenta consideravelmente a procura por esse tipo de transporte.

Durante a vistoria, realizada no Terminal Ponta da Espera, os fiscais constataram algumas irregularidades. Após serem notificadas, as empresas que detêm a concessão dos serviços de ferry-boat têm o prazo de 10 dias para apresentar defesa e realizar as adequações necessárias.

“A fiscalização dos ferry-boats acontecem durante o ano todo, mas sempre intensificamos nos períodos de grande fluxo para assegurar um serviço de qualidade. É importante ressaltar que o consumidor que identificar irregularidades durante a viagem, pode formalizar denúncia pelo app do Procon/MA, site ou em uma das unidades físicas de atendimento”, reforça a presidente do órgão, Adaltina Queiroga.

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close