NOTÍCIAS

São Luís-MA: Vereadores visitam áreas de risco e cobram remoção de famílias para evitar tragédia

Ao todo, foram visitados pelos parlamentares, dois locais de enchentes e um de deslizamentos

Três das 60 áreas de risco mapeadas em São Luís foram visitadas na manhã desta segunda-feira (17), pela Comissão Representativa, formada por vereadores da Câmara Municipal de São Luís, juntamente com o superintendente da Defesa Civil de São Luís, Alexsandro Nogueira Costa, e sua equipe. O objetivo foi avaliar e conhecer de perto a situação das famílias atingidas pelas chuvas, visando prestar apoio.

A visita contou com a presença dos vereadores Francisco Chaguinhas (Podemos) e Rosana da Saúde (Republicanos), além da co-vereadora Raimunda Oliveira, representante da zona rural no Coletivo Nós (PT). Ao todo, foram visitados dois locais de enchentes e um de deslizamentos. Nas três áreas, os parlamentares conversaram com moradores das comunidades, que pediram que as ações da prefeitura sejam intensificadas para salvar vidas.

A senhora Maria Garcez, que há três anos mora na Rua José de Alencar, na Matança, destaca a importância da visita e cobrou a apresentação de um cronograma e de um plano de ação. “Fico feliz com essa visita, pois assim os vereadores podem conhecer um pouco das dificuldades que enfrentamos. Espero que daqui possa sair um cronograma com um plano de ação para resolver alguns dos problemas que passamos”, disse.

Ações programadas

Após ouvir os relatos da comunidade, o presidente da Comissão Representativa, vereador Francisco Chaguinhas (Podemos), disse que levará os problemas apresentados para que se dê encaminhamento às demandas apontadas.

Ele informou ser crucial a retirada das famílias de área de risco e destacou que a prevenção a desastres depende de continuidade de políticas. Por isso, segundo ele, não descarta a possibilidade da realização de um seminário para buscar soluções urgentes junto aos deputados federais e senadores que representam o Maranhão no Congresso Nacional.

“Foi uma agenda de muita valia, sobretudo porque a gente pôde conversar com os moradores daquelas áreas. Entendemos que a prevenção é possível, eficiente e mais barata que a remediação. Por isso, em nosso relatório vamos sugerir a realização de um seminário para que possamos apresentar esses diagnósticos aos nossos deputados federais e senadores visando buscar recursos para solucionar alguns destes problemas”, frisou.

Na opinião da vereadora Rosana da Saúde (Republicanos), o risco de catástrofe leva à necessidade de ações concretas, como deslocamentos de famílias e aplicação de estruturas de prevenção.  “Não controlamos as chuvas, mas podemos levar condições mínimas que salvam vidas. O trabalho precisa ser articulado, preventivo e permanente”, completou a parlamentar.

Tomada de providências

O superintendente da Defesa Civil de São Luís, Alexsandro Nogueira Costa, destacou que a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (SEMUSC), tem se empenhado para solucionar algumas questões, com interdições de moradias que se encontram na mancha de inundação ou apresentam risco de desmoronamento, mas nem sempre tem sido fácil, pois muitas famílias resistem em sair.

“Essas ações preventivas são importantes para que possamos ter a real noção de como estão essas áreas de risco, até mesmo para que providências sejam tomadas. Isso acontece desde o início com orientações aos moradores e averiguando cada trecho das encostas”, afirmou.

No que diz respeito às ações de responsabilidade social, em área onde supostamente seria feita a desapropriação, o representante do órgão afirmou que as devidas providências foram tomadas para o cadastramento das famílias atingidas.

Áreas visitadas

Os vereadores vão cumprir cronograma de visitas em diversos bairros da capital. Nesta segunda-feira, as áreas visitadas foram a Matança e a Vila Isabel Cafeteira, na região do Anil; e o Baixão (Rio Paciência), na região do Jardim São Cristóvão.

Por Isaías Rocha

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!!!