ELEIÇÕES

A indecisão de Flávio Dino pode tirá-lo da vaga ao senado

O governador do Maranhão mantém-se em cima do muro e vê seu grupo rachado

O governador Flávio Dino (PSB), que deve deixar o governo em abril de 2022, tem mostrado que não tem essa moral toda dentro do conglomerado montado por ele desde 2014. Na verdade, o que mantém alguns aliados a seu redor são os cargos mantidos dentro do atual governo.

Flávio Dino que vive em cima do muro e se nega a declarar apoio a um candidato, tem avisado a aliados que a definição do futuro candidato a governador de seu grupo deve ocorrer no dia 20 de novembro. Mas nos bastidores, já se fala que Dino ainda tem dúvidas e por isso lançou Camarão como pré-candidato. A indecisão de Dino pode lhe tirar a única vaga ao senado em 2022, já que se houver concorrência, dificilmente o comuno-socialista conquista a vaga.

Disputam a indicação Carlos Brandão, Weverton Rocha, Felipe Camarão e Simplício Araújo. Todos com grupos formados, mas Weverton é o que lidera, segundo pesquisa, dentro do grupo governista. Os demais correm por fora. Josimar de Maranhãozinho, que já foi governo, é pré-candidato, mas atualmente é oposição.

Uma mudança de planos, no entanto, está no radar. Não será surpresa se, diante dos impasses na base, a decisão for adiada para dezembro, ou mesmo janeiro do ano que vem. Dino não cansa de passar vergonha, principalmente na rede social. Pelo andar da carruagem, Dino pode ficar sem um candidato ao governo e desistir de sua candidatura ao senado, já que sua rejeição, baseada em sua péssima gestão, tem lhe atrapalhado.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo