NOTÍCIAS

ALCÂNTARA: O padre que mente e o político condenado que confirma

Mesmo sendo ex-prefeito de outra cidade, onde não prestou conta com o dinheiro público, Padre William mente sobre a saúde de Alcântara

É difícil acreditar em um ser humano com várias personalidades. Em Alcântara é possível encontrar um candidato a prefeito que mente e acredita na própria mentira. Ex-prefeito de Guimarães-MA, Padre William (PL) teve 8 anos de mandato, período em que o levou a ser condenado pelo Tribunal de Contas da União (TCU), por não prestar conta do uso do dinheiro público. Em áudio vazado, Padre William mente ao povo alcantarense durante reunião ao dizer que em Alcântara não possui médicos de plantão. Ouça o áudio abaixo…

Sem propostas, mesmo sabendo dos avanços da saúde na gestão do prefeito Anderson Wilker (PCdoB-65), Padre William tem a cara de pau de falar mal da saúde pública de Alcântara, onde o serviço de baixa complexidade funciona 24h. Com um hospital pronto para ser entregue todo equipado, Padre William apenas critica, mas não mostra suas propostas para melhorar, o que ele chama de ruim.

É válido lembrar, que há pouco menos de uma mês, Padre William foi infeliz mais uma vez ao dizer que lugar de ambulância é na porta do hospital, não em Unidade Básica de Saúde na zona rural, se referindo às 3 ambulâncias que o atual prefeito Anderson Wilker colocou em funcionamento nos povoados Oitiua, Raimundo Sú e Cujupe, mostrando que não conhece a real necessidade da população e que pouco está preocupado com o povo alcantarense.

Outra mentira ridícula de Padre William para tentar esconder seus podres da população, foi dizer que não existem remédios no hospital e nem nas Unidades Básicas de Saúde. Atitude corriqueira e muito feia para quem foi padre e se dizia honesto até ser divulgado pela justiça sua condenação. O povo já não acredita nas artimanhas de Padre William, que afundou a gestão de Osvaldo Gomes em Guimarães-MA.

Mostre mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo